Acidente em obra do metrô abre cratera na Marginal Tietê, em São Paulo

O túnel por onde passará o trem foi invadido por água. Não há informações sobre feridos.

Compartilhe:

Um acidente em uma obra de ampliação do Metrô de São Paulo causa uma série de transtornos na Marginal Tietê, uma das principais vias de acesso da capital paulista. Houve desmoronamento de parte do entorno de um poço de escavação da Linha 6-Laranja. O túnel por onde passará o trem foi invadido por água. Não há informações sobre feridos.

Parte do asfalto da Marginal Tietê cedeu por volta das 9h da manhã desta terça-feira (1º), próximo da Ponte do Pequeri. Logo em seguida, o túnel que passa por baixo do rio Tietê foi inundado por água. O local era escavado com uso de uma tuneladora, o chamado “tatuzão”, equipamento que molda a parede dos túneis que, neste caso, serão usados pelo metrô.

De acordo com a Secretaria de Transportes Metropolitanos, uma adutora ou tubulação de esgoto foi rompida durante os trabalhos desta terça-feira. A Marginal Tietê é uma das principais formas de ligação Oeste-Leste na capital paulista e teve que ser totalmente interditada.

De acordo com os bombeiros, todos os trabalhadores conseguiram sair e dois que tiveram contato com a água contaminada foram socorridos por precaução.

Há 15 anos, em janeiro de 2007, um acidente na Linha 4-Amarela do Metrô matou sete pessoas. Parte do terreno anexo a um dos poços de escavação do metrô cedeu, engolindo casas, uma rua e até equipamentos da obra. O acidente forçou 212 pessoas a deixarem suas casas – 94 imóveis do entorno tiveram de ser interditados e sete acabaram demolidos.


Compartilhe: