Vitória do Inter contra o Juventude mostra ideias de Medina e necessidade de repetição

O Inter abre o campeonato com três pontos e agora pensa no jogo de sábado, quando o Colorado recebe o União Frederiquense, às 19h, no Beira-Rio

Compartilhe:

O Inter venceu o Juventude por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira, na partida de estreia do Campeonato Gaúcho. No jogo, o torcedor colorado pode ver um primeiro esboço das ideias do técnico Alexander “Cacique” Medina, que trouxe no time titular nomes já conhecidos, mas em outras funções.

As novidades estavam sobretudo a partir do meio-campo. Dourado abriu o meio de campo, com Edenílson ao seu lado, jogando mais recuado. Na segunda linha do meio, jogaram Mauricio, Taison e Boschilia, que não vinha sendo aproveitado. No comando de ataque, estava Yuri Alberto.

No entanto, desde o início e ao longo da partida, a equipe da Serra gaúcha, comandada por Jair Ventura, fez frente ao Internacional e, em alguns momentos, poderia ter aberto o placar e sair com a vitória.

Primeiro tempo

A vitória do Inter veio com gols na segunda etapa, após um primeiro tempo de superioridade da equipe da Serra gaúcha. Na etapa inicial, a equipe colorada estava desencaixada e o Juventude soube explorar os desencontros do Inter, principalmente, nas linhas de impedimento tentadas pelo Colorado.

E foi aí que apareceu o melhor jogador do Inter na partida – o goleiro Daniel. Logo aos 10 minutos ele fez uma bela intervenção em chegada da equipe Jaconeira. Depois, aos 29, ele foi salvo pela trave na cabeçada de Capixaba. Aos 44, o auge de Daniel. Capixaba cruzou e Parede tentou de peito, mas Daniel defendeu. No rebote, Ricardo Bueno chuta, mas a bola parou novamente em Daniel.

Segundo tempo

Medina soube mudar o Inter na etapa final. O Inter voltou mais coeso e, logo aos 3 minutos, Mauricio abriu o placar. Moisés se projetou pela esquerda e cruzou rasteiro para área, encontrando o camisa 27, que chutou de canhota para o gol.

O segundo sairia na sequência, aos 10 minutos. E o gol foi parecido com o primeiro. Dessa vez Boschilia dominou pela esquerda e encontrou Yuri. Ele dominou e, também com a perna esquerda, chutou para o gol.

Depois dos gols, Medina passou a fazer trocas e o Inter adotou uma postura mais reativa. O Juventude não desistiu e passou a pressionar o Inter. Daniel novamente apareceria. Mas, mesmo com a boa atuação, o gol de desconto viria. E de pênalti.

A bola tocou na mão de Dourado dentro da área. Ricardo Bueno cobrou e marcou para o Juventude.

Situação e próximos jogos

O Inter abre o campeonato com três pontos e agora pensa no jogo de sábado, quando o Colorado recebe o União Frederiquense, às 19h, no Beira-Rio. O Juventude, por sua vez, enfrenta o São Luiz domingo, no Estádio 19 de outubro, em Ijuí, às 19h.

Escalações

Juventude

William; Rodrigo Soares, Danilo Boza, Rafael Forster (Moraes) e William Matheus; Jadson, Darlan e Chico (Hélio Borges); Capixaba (Dudu), Ricardo Bueno (Vitor Gabriel) e Guilherme Parede (Rodrigo Bassani) – 4-3-3Técnico: Jair Ventura

Inter

Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Dourado e Edenilson; Mauricio (Caio Vidal*), Taison (Johnny) e Boschilia (Liziero); Yuri Alberto (Matheus Cadorini) – 4-2-3-1Técnico: Alexander “Cacique” Medina

*saiu para a entrada de Kaique Rocha

Arbitragem

Árbitro: Roger Goulart (RS)
Auxiliar: Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Auxiliar: Mateus Olivério Rocha (RS)


Compartilhe: