Troca repentina de temperatura pode ser prejudicial à saúde, alerta pneumologista

Ambientes com ar-condicionado e em temperatura muito baixa podem ser prejudiciais para nossa saúde

Compartilhe:

A oscilação na temperatura, exige cuidados com a saúde e o cenário atual não ajuda para isso. Com o calor elevado, como o que o Rio Grande do Sul vem enfrentando ao longo desta semana, é frequente a troca de ambiente da rua para o ambiente interno climatizado. Porém, é possível amenizar esse choque térmico com alguns cuidados.

Uma primeira dica é hidratar-se muito bem. Além disso, optar por uma temperatura confortável mas sem exagerar no resfriamento de ambientes.

“A troca repentina para ambientes de temperatura muito diferenciada pode gerar sintomas respiratórios, especialmente em pacientes portadores de doenças respiratórias crônicas. Deve-se evitar exposição a ar condicionado em temperaturas muito baixas, porque o ar frio costuma irritar mais o trato respiratório”, explica o pneumologista do Hospital Sapiranga, Leonardo Gilberto Haas Signori.

Quando há alteração repentina da temperatura, do quente para o frio, a pressão aumenta e pode ocorrer uma crise hipertensiva. Já no cenário oposto, do frio para o quente, o sangue fica mais espesso, as artérias se contraem e a pressão tende a cair.


Compartilhe: