Ouça no Meio-Dia: a onda de calor no RS e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta quinta-feira, 20 de janeiro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

Porto Alegre pode ter o dia mais quente da sua história na próxima terça-feira. A previsão é que a máxima possa chegar a 41ºC na Capital. Até hoje, a maior temperatura registrada na capital gaúcha foi de 40,7ºC décimos, em 1º de janeiro de 1943. Nesta quinta, as máximas chegam a 38 graus em Porto Alegre, assim como em Canoas e Alvorada. O calor segue predominando no Rio Grande do Sul. Uma massa de ar quente e seco ganha mais força nesta quinta-feira e deixa o tempo firme em grande parte do Estado. O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu um alerta para onda de calor que se estende pelos próximos dias. E isso pode provocar temporais isolados. A máximas serão altas em algumas áreas do Estado. Em Santa Maria, o dia fica abafado e há previsão pancadas de chuva isoladas, com máxima de 39ºC. Em Santa Rosa, o calor predomina nesta quinta, e a máxima chega a 43 graus.

E morreu ontem à noite (19), o homem de 45 anos que foi atingido por um pedaço de madeira durante o temporal que ocorreu no município de Portão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O fato ocorreu na tarde do último domingo. A vítima estava internada no Hospital de Pronto Socorro de Canoas. De acordo com a instituição, o óbito ocorre às 19h05. O homem foi transferido para Canoas após sofrer ferimentos na região do abdômen e no braço. Conforme os bombeiros, ele estava em estado crítico no momento do atendimento, o que o levou a ser transferido para Canoas.

O governo do Estado emitiu Alertas para 12 regiões Covid do Estado, a partir dos indicadores do Sistema 3As de Monitoramento, responsável pelo gerenciamento da pandemia no Rio Grande do Sul. De acordo com o governo, os Alertas são consequência do aumento de casos de covid-19 assim como do aumento de internações em leitos clínicos e de UTI nas regiões. As regiões são Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Erechim, Lajeado, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santa Rosa e Uruguaiana. O objetivo do decreto é que as regiões apresentem um plano de contenção da transmissão do coronavírus, como ações para fiscalização do cumprimento de protocolos sanitários já estabelecidos. Nesta semana, a média móvel de casos confirmados aumentou 71% no Rio Grande do Sul. Em 15 dias, a média de casos diários partiu de cerca de mil para quase 10 mil. Em relação às internações, foi registrado um aumento de 520 pacientes com suspeita de Covid-19 e confirmados na última semana. Destes, 372 estão em leitos clínicos e 148 em UTIs.

Na capital, a Secretaria Municipal da Saúde suspendeu, nesta quinta-feira (20), o atendimento ao público em cinco unidades de saúde. O motivo foi o registro de 65 casos suspeitos ou confirmados de Covid entre servidores. As unidades fechadas são: Tijuca, Batista Flores, Domênico Feoli, Asa Branca e Nova Gleba. A retomada do atendimento é prevista para a próxima segunda-feira. A Prefeitura de Porto Alegre diz que os usuários não serão prejudicados e orienta a população a buscar atendimento nas unidades de saúde mais próximas de seu território.

Quanto à vacinação de crianças em Porto Alegre, a Capital amplia, nesta quinta-feira, a vacinação para crianças a partir dos 7 anos com comorbidade ou deficiência permanente. Também será mantida a vacinação de indígenas e quilombolas a partir de cinco anos. Segundo a prefeitura, a imunização estará disponível, das 8h às 17h, em sete unidades de saúde: Chácara da Fumaça, Clínica da Família IAPI, Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes, Moab Caldas, Nova Brasília, Santa Marta e Santo Alfredo.


Compartilhe: