PM é morto a tiros na zona sul de Porto Alegre

Brigadiano estava afastado das suas funções, de acordo com a Brigada Militar. Principal suspeita é de execução, e motivação é investigada.

Compartilhe:

Um policial militar foi morto a tiros na manhã deste sábado (29), no bairro Cristal, zona sul de Porto Alegre. Brigadiano estava afastado das suas funções, de acordo com a Brigada Militar. Principal suspeita é de execução, e motivação é investigada.

Conforme a corporação, dois indivíduos teriam participado da ação. Testemunhas relataram terem visto um veículo, onde estavam dois homens. Eles teriam abordado a vítima, que estava em uma caminhonete Chevrolet Captiva de cor preta, por volta das 10h50. Seis disparos foram realizados na esquina da avenida Jacuí com a rua Jaguari.

O policial Carlos Gabriel Dahmer Gnoatto, 31, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Um cão buldogue, que seria do policial, foi encontrado dentro da caminhonete.

Segundo o 1º BPM (Batalhão de Polícia Militar), Gnoatto tinha cinco anos de serviços prestados à Brigada Militar. Ele estava afastado das suas funções.

A Polícia Civil assumiu a investigação e a o 1º BPM afirma que vai colaborar com as investigações do homicídio. A motivação do assassinato será revelada quando da conclusão do inquérito policial, mas já há suspeitas.

Confira a nota do 1º BPM em sua íntegra.

A Brigada Militar por meio do 1° Batalhão de Polícia Militar (1° BPM), esclarece que o policial militar, morto na manhã deste sábado 29 de janeiro de 2022, possuía cinco anos de serviço, estava afastado de suas funções devido a dependência química e já havia sido prescrita a sua internação. A Brigada Militar está colaborando com a Polícia Civil nas investigações do homicídio.


Compartilhe: