Onda de calor pode ter ocasionado a morte de idosos em São Borja

As altas temperaturas, acima de 40ºC durante duas semanas, podem ter ocasionado a morte de vários idosos em São Borja.

Compartilhe:

A prefeitura de São Borja monitora um aumento expressivo de morte de idosos em decorrência de complicações da onda de calor que atingiu o munícipio.

As altas temperaturas, acima de 40ºC durante duas semanas, podem ter ocasionado a morte de vários idosos na cidade. Conforme levantamento hospitalar, são 60 óbitos em 2022, contra 30 no ano passado. Ou seja, os óbitos duplicaram enquanto o Rio Grande do Sul enfrentou quase duas semanas de calor intenso.

Segundo Secretaria de Desenvolvimento Social de São Borja, devido à onda de calor e à baixa umidade do ar, o risco de desidratação e problemas respiratórios, como falta de ar e agravo de possíveis casos de bronquite, vem aumentando.

O Hospital Ivan Goulart apontou que das pessoas idosas que somam essas mortes, a maioria delas possuía comorbidades, como por exemplo, hipertensão, diabetes, problemas renais e respiratórios.


Compartilhe: