Governo do Estado emite Avisos para todas as regiões Covid pela 2ª semana consecutiva

Nos últimos sete dias, a média semanal de casos confirmados no Rio Grande do Sul cresceu mais de quatro vezes, passando de 62,2 para 278,8.

Compartilhe:

Todas as 21 regiões Covid do Rio Grande do Sul receberam Avisos no sistema 3As de Monitoramento da Pandemia pela segunda semana consecutiva. A decisão foi tomada pelo Gabinete de Crise, em reunião virtual conduzida pelo governador Eduardo Leite nesta terça-feira (11).

O motivo para a emissão dos novos avisos é o receio pelo avanço da transmissão da variante Ômicron do coronavírus. Nos últimos sete dias, a média semanal de casos confirmados no Rio Grande do Sul cresceu mais de quatro vezes, passando de 62,2 para 278,8.

Conforme o Governo do Estado, também um aumento de internados em leitos clínicos, ainda que em menor proporção do que o crescimento de casos confirmados. Atualmente, há 591 leitos clínicos ocupados por pacientes com quadro confirmado ou suspeito de Covid-19. No dia 2 de janeiro, eram 297 pacientes com suspeita ou teste postivo para Covid-19 internados.

O aumento do fluxo de pessoas no Litoral Norte durante o veraneio, quando parte da população se transfere para a praia, resulta em número elevado de contágios. Capão da Canoa é a região do Estado com maior incidência de casos confirmados para cada 100 mil habitantes.

Os registros atuais se aproximam do pior período da pandemia e apresentam tendência de crescimento. Na última semana, foram 603,7 casos confirmados por 100 mil habitantes, taxa muito próxima à mais alta apresentada pela região em toda a série, 679,2, em março de 2021.

Durante a reunião do Gabinete de Crise, foi apresentada a ampliação da Fase 3 do projeto “Testar RS”, com a distribuição, ainda em janeiro, de 320 mil testes antígeno aos municípios e regionais da SES (Secretaria Estadual de Saúde). No ano passado, foram disponibilizados 1.490.340 testes.


Compartilhe: