D’ale sai do banco e assegura vitória do Inter no Gauchão

“El Cabezón” entrou na segunda etapa e fez um gol de falta em um momento onde o Inter não estava totalmente no controle das ações

Compartilhe:

O Inter venceu o União Frederiquense por 2 a 0, na noite deste sábado (29), na partida de estreia do Colorado em casa em 2022. O destaque foi o retorno de D’alessandro ao gramado do Beira-Rio. “El Cabezón” entrou na segunda etapa e fez um gol de falta em um momento onde o Inter não estava totalmente no controle das ações.

A partida também teve estreias. O torcedor pôde ver os contratados David e Wesley Moraes. O primeiro mostrou desenvoltura com a bola, ainda que sem muitas aparições. Já Wesley fez o primeiro gol e, nos momentos em que foi acionado, mostrou grande capacidade de fazer o pivô e dar passes qualificados para os companheiros.

No mais, foi uma atuação lenta de uma equipe ainda em começo de temporada. O Inter tocou a bola de forma vagarosa e tomou alguns sustos em contra-ataques do adversário. No momento da entrada de D’alessandro, a torcida, sem paciência, já ensaiava uma vaia à equipe. O ingresso do argentino trouxe um novo ânimo dentro e fora de campo. O gol foi uma catarse.

Primeiro tempo

O Inter começou a partida tentando controlar a posse da bola, mas sem agredir o adversário. As tabelas até eram tentadas, mas sem um brio muito elevado. Logo de cara veio o gol, que acabou contribuindo para que o Colorado se acomodasse no jogo. Aos 11, Boschilia cobrou escanteio e Eliomar agarrou Wesley dentro da área. Pênalti. O próprio Wesley cobrou e fez o primeiro do Inter.

A outra boa chance na primeira parte do jogo foi de novo do Inter, mas só aos 44. Wesley ajeitou para Taison, que chutou para boa defesa de Luis Cetin.

Segundo tempo

Na etapa final, o União se aventurou mais, dando trabalho para o Inter. Aos 17, Anderson Magrão deu um chute perigoso. Depois, aos 27, Lessa cruzou para Eliomar, que exigiu uma bela defesa de Daniel.

Foi quando começou a vaia. Mas ela logo foi abrandada pela entrada de D’alessandro. Quando ele foi chamado por Medina, as vaias e a irritação dos 9 mil torcedores que foram ao Beira-Rio viraram gritos de alegria e apoio. Taison entregou a braçadeira ao Camisa 10 e, desde os primeiros minutos em campo, D’alessandro reorganizou a equipe.

Aos 38, o Inter conseguiu uma falta perto da área. D’ale chamou para si. Bateu rasteiro, no canto do goleiro, e ampliou a vantagem para o Inter. O Beira-Rio reviveu a emoção do gol de um de seus grandes ídolos.

Confira a fala de D’ale após a partida:

Situação e próximo jogo

O Inter fecha o sábado como líder do campeonato, mas pode ser igualado no domingo (30) pelo Ypiranga e pelo São José. A próxima partida do Colorado é na quarta-feira (2) contra o São Luiz, em Ijuí. A partida será realizada às 19h.

Escalações

Inter

Daniel; Mercado, Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Liziero (Rodrigo Dourado), Edenilson, Boschilia (Mauricio), Taison (D’Alessandro) e David (Caio Vidal); Wesley Moraes (Matheus Cadorini) – 4-2-3-1 –  Técnico: Alexander “Cacique” Medina.

União Frederiquense

Luiz Cetin; Lessa, Talis, Heltton e Jander; Igor Silva, Marquinhos, Joãozinho (Mazinho), Eliomar (Everton Sena) e Tony Jr; Anderson Magrão (Deivison) – 4-2-3-1 –  Técnico: Daniel Franco.

Arbitragem

Árbitro: Francisco Soares Dias
Auxiliar: Mauricio Coelho Silva Penna
Auxiliar: Artur Avelino Birk Preissler


Compartilhe: