Ouça no Meio-Dia: o início da distribuição das vacinas contra covid-19 para crianças no Estado e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta segunda-feira, 17 de janeiro de 2022, no podcast Meio-Dia

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

Após dias de forte calor, o Rio Grande teve enfim a ocorrência de chuvas desde o domingo. Um vendaval atingiu os vales do Sinos, do Caí e do Paranhana, no fim da tarde deste domingo. O vento forte destelhou casas e derrubou árvores. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as cidades mais atingidas são Novo Hamburgo, Portão, Três Coroas e São Sebastião do Caí. Em Portão, no Vale do Sinos, um homem de 45 anos foi atingido por telhas e madeiras que voaram de um telhado. Ele foi atingido gravemente no lado direito da barriga, tendo o abdômen perfurado, e nos braços. De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, ele foi atendido em estado crítico em um hospital da cidade e precisou ser encaminhado ao HPS de Canoas. Em função dos temporais, o Rio Grande do Sul chegou a ter cerca de 273 mil clientes sem fornecimento de energia elétrica na noite deste domingo. Em Porto Alegre, a instabilidade na rede elétrica afetou algumas estações de bombeamento, o que acabou por deixar vários bairros da Capital sem água.

Neste início de semana, a onda de calor continua atuando sobre o Estado. A previsão alerta para tempestades isoladas no Estado. Entre hoje e quarta-feira, o ar quente e úmido seguirá predominando. Além disso, o deslocamento de uma área de baixa pressão vai provocar pancadas de chuva em grande parte do Estado. Existe a possibilidade de temporais isolados na Fronteira Oeste, Campanha e na Região Sul. Nesta segunda-feira, o dia será marcado pelo forte calor, com a máximas chegando perto ou passando de 40ºC em várias cidades gaúchas. Máxima de 38 graus em Santa Cruz do Sul e 40 em Alegrete. Em Porto Alegre, a segunda será bastante abafada e há previsão de pancadas de chuva. Máxima de 37ºC. A cidade que, pelos três últimos dias, registrou as maiores temperaturas entre todas as capitais do Brasil. Os termômetros chegaram a 40,3ºC na capital gaúcha. Sobre as chuvas, a previsão é de pancadas de chuva no Estado, principalmente na faixa Leste, Região Central e Região Sul. Já os alertas para tempestades isoladas valem para todo o Rio Grande do Sul.

A Secretaria Estadual da Saúde começa nesta segunda-feira a distribuição de cerca de 59 mil doses de vacinas da Pfizer contra o coronavírus para uso pediátrico. Esse lote, que chegou na última sexta-feira, é o primeiro entregue pelo Ministério da Saúde ao Rio Grande do Sul. Segundo a Secretaria, a distribuição será feita entre hoje e amanhã. A imunização de crianças entre cinco e 11 anos tem início na próxima quarta-feira em todo o Estado.

Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal de Saúde já anunciou os locais de vacinação contra a Covid-19 para crianças. O início da imunização é previsto para começar, assim como nas demais cidades, também é no dia 19 de janeiro. A aplicação da vacina será realizada em sete unidades de saúde, das 8 horas da manhã às 17 horas. O esquema vacinal será composto por duas doses da vacina Pfizer destinada ao grupo infantil, com intervalo de oito semanas entre as doses. Em Porto Alegre, o público-alvo de crianças entre 5 e 11 anos, com e sem comorbidades, é de aproximadamente 120 mil pessoas. Seguindo orientação do Ministério da Saúde, o primeiro público contemplado com a vacina pediátrica da Pfizer serão crianças entre 5 e 11 anos com comorbidades ou com deficiência permanente. No segundo grupo, estão crianças indígenas e quilombolas; no terceiro, crianças que vivem em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19; e no quarto, crianças sem comorbidades por ordem decrescente de faixa etária. A documentação necessária para a comprovação deverá ser divulgada nesta segunda-feira. A Prefeitura destaca que não será necessária prescrição médica. Os pais ou responsáveis devem acompanhar a administração da vacina. Caso não haja esse acompanhamento, será preciso apresentar autorização por escrito. Além disso, será necessário apresentar documento de identidade da criança e do familiar ou do responsável.

Ainda em Porto Alegre, as entregas do Cartão Cidadão na Capital passam a ocorrer em apenas três dias da semana a partir de hoje. O benefício pode ser retirado no prédio da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social, a FGTAS, nas segundas, quartas e sextas-feiras, das OITO horas da manhã até ao meio-dia. Até então, as entregas eram realizadas de segunda a sexta-feira. A justificativa do Governo do Estado é a redução na procura pelo benefício./ Das 53 mil famílias beneficiadas em Porto Alegre, mais de 32 mil já estão com o cartão em mãos. O prédio da FGTAS fica na Avenida Borges de Medeiros, 521, no Centro Histórico.


Compartilhe: