Prefeitura de Porto Alegre confirma transmissão comunitária da variante Ômicron na Capital

Segundo a prefeitura de Porto Alegre, a declaração de transmissão comunitária se embasa em pelo menos cinco casos.

Compartilhe:

A Prefeitura de Porto Alegre declarou, nesta quinta-feira (23), transmissão comunitária da variante Ômicron na Capital gaúcha.

Segundo a prefeitura, a declaração de transmissão comunitária se embasa em pelo menos cinco casos cujas amostras laboratoriais apresentaram mutações típicas da variante Ômicron nas genotipagens.

Tais amostras são de pessoas que não viajaram recentemente, nem tiveram contato conhecido com pessoas que tenham viajado, sugerindo que tenham contraído essa variante na cidade.

Conforme a prefeitura, assas amostras foram enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen RS), para possível sequenciamento total do genoma viral.

“Dos 23 casos, oito viajaram para o exterior, seis tiveram contato com essas pessoas que viajaram, e cinco são de pessoas que não viajaram recentemente, nem tiveram contato conhecido com quem tenha viajado. Quatro estão sob investigação epidemiológica quanto à origem da infecção”, informou a prefeitura.

Os casos confirmados estão sendo acompanhados pela Diretoria de Vigilância em Saúde. Os infectados relatam já ter recebido pelo menos uma dose de vacina.

“Reforçamos as medidas de cuidado, ainda mais no período das festas de fim de ano”, destaca o diretor da DVS, Fernando Ritter.

 


Compartilhe: