Praia do Cassino registra infestação de água-viva

As bandeiras roxas foram colocadas em vários pontos do Cassino, entre as regiões da barra e de um navio encalhado.

Compartilhe:

A praia do Cassino, em Rio Grande, no Litoral Sul do Rio Grande do Sul, registrou uma infestação de água-viva.

As bandeiras roxas foram colocadas em vários pontos do Cassino, entre as regiões da barra e de um navio encalhado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, somente na quarta-feira (22), foram registrados 87 casos de queimaduras por água-viva na praia do Cassino.

O total de casos acumulados na temporada, que é de 290 registros, já supera o total do mesmo período do verão passado, quando havia 111 pessoas com lesões.

Conforme o Corpo de Bombeiros, além da praia do Cassino, Tramandaí teve 74 casos e Capão da Canoa, 30, até quarta.


Compartilhe: