Polícia investiga morte de mulher após suposto sequestro em São Leopoldo

Vítima foi alvo de tiros no rosto após suposta tentativa de negociação de veículo com o marido seguida de sequestro em São Leopoldo. Investigação policial não descarta nenhuma hipótese para o crime.

Compartilhe:

A DPHPP (Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa) busca pistas para esclarecer um homicídio ocorrido no fim de semana em São Lepoldo, no Vale do Sinos. Uma mulher de 31 anos foi encontrada sem vida em um matagal no bairro Arroio da Manteiga. A principal linha de investigação é de um suposto sequestro, em que ela e o companheiro foram vítimas.

A versão do homem, que tem 45 anos, é que o casal tinha saído de Nova Tramandaí, no Litoral Norte, com destino a São Leopoldo, no Vale do Sinos. O objetivo era comprar um carro, que estava sendo anunciado na internet. Segundo a versão dele, os dois anunciantes da venda teriam anunciado um assalto logo após chegarem ao local, na rua Cora Coralina, no bairro Santos Dumont.

O casal teria sido obrigado a entrar novamente no carro que estavam, um Fiat Palio, e entregar o dinheiro que seria usado na compra do outro veículo, cerca de R$ 18 mil. A mulher foi colocada no banco da frente, ao lado de um dos sequestradores, enquanto que o homem ficou no banco de trás, com o integrante do esquema.

Na ERS-240, o homem teria conseguido pular do veículo em movimento, segundo sua versão. Ele foi socorrido por pessoas que passavam pela estrada até o Hospital Centenário, onde foi atendido com escoriações e fratura em uma das pernas. A mulher seguiu dentro do veículo e não foi mais vista com vida.

Fernanda Aparecida da Silva, 31 anos, foi encontrada morta na avenida Coronel Atalíbio Taurino de Rezende, no bairro Arroio da Manteiga. Ela foi alvejada cinco vezes no rosto. Ela foi localizada após moradores da região ouvirem disparso de arma de fogo por volta das 20h de sábado. 

Suspeito de participação é preso

No domingo (19), o carro usado pelo casal foi visto por policiais militares que faziam uma ronda de rotina na rua Cora Coralina, em São Leopoldo. Ao perceber a aproximação dos policiais, o condutor do carro tentou fugir, mas foi perseguido. Ele bateu o veículo contra uma barreira de contenção da BR-116, na rua Limoeiro, tentou fugir a pé, mas foi capturado.

Com o indivíduo, de 21 anos, foram encontrados documentos e cartões bancários das vítimas do sequestro. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, mas os policiais ainda não sabem qual era sua participação no esquema criminoso.

A investigação prossegue e ainda não há uma linha definida, pois há indícios que levam ao crime de latrocínio (roubo seguido de morte) mas, também, ao de execução (homicídio doloso).


Compartilhe: