Em meio à luta contra a queda, Grêmio enfrenta crise ligada a Douglas Costa

Contratado para ser a liderança técnica do Tricolor Gaúcho em 2021, Douglas Costa pediu liberação para participar de uma festa de casamento no Rio de Janeiro. O Grêmio, no entanto, negou

Compartilhe:

Um episódio sacudiu o ambiente gremista e se somou a atual crise do Grêmio nesta reta final do Campeonato Brasileiro. O meia-atacante Douglas Costa, contratado para ser a liderança técnica do Tricolor Gaúcho em 2021, pediu liberação para participar de uma festa de casamento no Rio de Janeiro. O Grêmio, no entanto, negou.

O evento, que seria realizado na terça-feira, no hotel Copacabana Palace, comemoraria o casamento do jogador com a modelo Nathalia Feix. A primeira parte da comemoração foi realizada em julho. Inicialmente o casamento estava marcado para junho, no Rio de Janeiro. Porém, em função da pandemia, a cerimônia foi adiada para julho e realizada em Punta Cana, na República Dominicana.

Na ocasião, Douglas Costa foi liberado pela direção do Grêmio e desfalcou o time contra o Fluminense, pela 12ª rodada do Brasileirão, e no jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra a LDU. Na partida, o time acabou eliminado da competição continental.

A festa desta semana estava marcada para depois do término do Brasileirão, porque a expectativa era de que o campeonato fosse encerrado no último domingo (5). O evento foi adiado e será realizado em uma nova data.

Diante da negativa da direção do Grêmio, Douglas Costa decidiu apagar todas as fotos com a camisa do Grêmio e referências ao clube em seu perfil no Instagram. A atitude gerou incertezas quanto a presença de Douglas Costa no jogo de amanhã (9) contra o Atlético-MG. A partida, juntamente com os jogos de Juventude e Bahia, definirá o descenso ou não do Tricolor Gaúcho para a Série B em 2022.


Compartilhe: