Chuvas fortes voltam a causar estragos e inundações em cidades da Bahia

Há, pelo menos, 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados, sem considerar o número de afetados pelos temporais neste sábado.

Compartilhe:

A chuva forte que atinge o Estado da Bahia voltou a causar estragos em diversas cidades neste feriado de Natal (25). Há registro de novas enchentes causadas pelos temporais.

Ao todo, são 66 municípios em situação de emergência, sendo que 19 deles tiveram danos causados pelas chuvas fortes da sexta (24) e deste sábado.

Conforme levantamento do Governo da Bahia, foram registradas 17 mortes. Os temporais, com chuva muito acima da média para a região, atingem o Estado desde o início de novembro.

Há, pelo menos, 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados, sem considerar o número de afetados neste sábado. O número de feridos subiu para 286 e a população total atingida chega a 378.286.

É considerado “desabrigado” é um desalojado ou pessoa cuja habitação foi afetada por dano ou ameaça de dano e que necessita de abrigo provido pelo governo. O “desalojado” é a pessoa que foi obrigada a abandonar temporária ou definitivamente sua habitação, em função de evacuações preventivas, destruição ou avaria grave, decorrentes do desastre, e que, não necessariamente, carece de abrigo provido pelo.

Previsão é de mais chuvas

Nas áreas mais atingidas, ainda existe a possibilidade de chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora e ventos entre 60 e 100 quilômetros por hora.

De acordo com o Inmet, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

A Defesa Civil Nacional liberou R$ 17,5 milhões aos municípios baianos afetados pelas chuvas para ações de resposta ao desastre natural e reconstrução de infraestrutura danificada.

O Governo Federal vai liberar dinheiro para compra de combustível para aeronaves. Como muitas comunidades estão isoladas, só é possível chegar em algumas localidades de helicóptero.


Compartilhe: