Caxias do Sul atinge 200 focos do mosquito da dengue em 2021

Caxias do Sul contabilizou o número de 200 focos do mosquito causador da dengue somente em 2021. Em 2020, foram registrados 27 focos em todo o ano.

Compartilhe:

Caxias do Sul contabilizou o número de 200 focos do mosquito causador da dengue somente em 2021. Em 2020, foram registrados 27 focos em todo o ano.

“O número é alarmante e o Município, que está em estado de alerta para combater o Aedes aegypti, solicita a colaboração de toda a população”, disse a Prefeitura de Caxias do Sul.

De acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, os bairros com o maior registro são Cruzeiro, São José e Colina Sorriso. O primeiro caso foi registrado no dia 24 de janeiro pelos agentes de combate às endemias, no bairro De Lazzer.

“Neste período de férias é sempre bom separar um tempo para olhar o pátio de casa, baldes, garrafas de vidro, bebedouro de cachorro, gato, pássaros. É importante não só revisar, mas limpar esses recipientes com água e sabão pois o ovo do Aedes pode aguentar até 420 dias sem água”, ressaltou Sandra Tonet, diretora técnica da Vigilância Ambiental em Saúde.

A Vigilância Ambiental alerta também que, caso seja confirmado foco positivo (com presença do mosquito Aedes aegypti), o responsável pelo local poderá estar sujeito a um processo administrativo com penas como advertência ou multa.


Compartilhe: