Morre médico referência no tratamento de leucemia

O médico oncologista Waldir Veiga Pereira, referência nacional e internacional no tratamento da leucemia, morreu nesta quinta-feira (18).

Compartilhe:

O médico oncologista Waldir Veiga Pereira, 82 anos, referência nacional e internacional no tratamento da leucemia, morreu nesta quinta-feira (18).

Ele estava internado desde segunda-feira no Complexo Hospitalar Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria, devido ao agravamento de problemas de saúde.

Pereira, que nasceu em em Arroio Grande, foi pioneiro na busca por uma cura para a leucemia e iniciou os serviços de tratamento do câncer em Santa Maria.

Em nota oficial, o Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), afirmou estar de luto. Pereira foi criador do Serviço de Hemato-Oncologia do Husm. Na instituição, ele também fundou o Centro de Transplante de Medula Óssea.

Ele também foi presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica e da Sociedade Latino Americana de Oncologia Pediátrica, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, presidente da Sociedade de Medicina de Santa Maria e diretor da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia.

A Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), também manifestou pesar pela morte de Pereira.

” Foi um ícone da Hematologia brasileira, particularmente na onco-Hematologia Pediátrica, onde deixou inúmeras contribuições especialmente no tratamento das leucemias da infância. Foi um exemplo de médico para várias gerações, inclusive para as mais atuais”, diz a nota.


Compartilhe: