Grêmio vence a Chape e mantém esperança de sair do Z-4

O jogo não teve alto nível técnico de ambas as partes, mas o Tricolor manteve o controle da partida durante todo o tempo e fez o que era necessário: vencer

Compartilhe:

O Grêmio venceu a Chapecoense por 3 a 1 na noite deste sábado (20), na Arena Condá, e segue vivo na briga contra o descenso. O jogo não teve alto nível técnico de ambas as partes, mas o Tricolor manteve o controle da partida durante todo o tempo e fez o que era necessário: vencer.

Primeiro tempo

A única ameaça real da Chape veio aos 2 minutos do primeiro tempo. Henrique Almeida aproveitou uma falha de Kannemann dentro da área, mas chutou fraco, para a defesa de Gabriel Chapecó, que agora passa a ser chamado Gabriel Grando.

Depois, o Grêmio foi aos poucos tomando conta da partida, com algumas chegadas, até que, aos 35, Lucas Silva, principal nome do meio gremista, acertou um chute de fora da área, que, com a colaboração do goleiro João Paulo, foi morrer no fundo do gol.

Segundo tempo

Na etapa final, a situação se manteve. O Grêmio ditava o ritmo das ações e a Chape nada de consistente fazia. A limitação do time de Chapecó chamava a atenção. Nos noventa minutos, foram raras as vezes em que a equipe catarinense cruzou o meio de campo com um número considerável de jogadores.

O segundo gol do Grêmio surgiu ao natural. Aos 14 minutos, Thiago Santos recebeu um passe de Lucas Silva e entrou driblando na área da Chape. Depois, chutou na saída do goleiro, ampliando o marcador.

Mancini começou a fazer alterações para poupar titulares. Até que, aos 30, veio o único susto do jogo. Anderson Leite bateu escanteio para a Chape e a bola bateu em Cortez e entrou. Por alguns poucos minutos se teve a sensação de que uma zebra poderia acontecer.

Mas, logo depois, o próprio Bruno Cortez cruzou uma bola na área da Chape e o zagueiro Laércio marcou contra. Ficaria nisso. Segunda vitória seguida do Grêmio, esperança mantida na salvação.

Situação e próximo jogo

O Grêmio é 18º com 35 pontos. Dos adversários que estão acima do Grêmio nesse momento, o Juventude já jogou e perdeu para o Atlético-MG, encurtando a distância, que agora é de 4 pontos. Resta ainda a partida do Atlético-GO (40 pts.) contra o Ceará, na noite deste sábado, e do Bahia (36 pts.), amanhã, contra o Cuiabá.

O Grêmio se volta agora para a próxima decisão contra o Flamengo, na terça-feira (23). A partida será na Arena, às 21h.

Escalações

Chapecoense

João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Moisés Ribeiro (Bruno Silva), Anderson Leite e Ronei (Renê Júnior); Mike (Lima), Kaio Nunes (Rodrigo Silva) e Henrique Almeida (Geovânio) – 4-3-3Técnico: Felipe Endres

Grêmio

Gabriel Grando; Rafinha (Vanderson), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Villasanti) e Lucas Silva; Jhonata Robert (Alisson), Campaz (Victor Bobsin) e Ferreira; Diego Souza (Borja) – 4-5-1 Técnico: Vagner Mancini

Arbitragem

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistente: Bruno Boschilia (PR)
Assistente: Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)


Compartilhe: