Jogador que agrediu árbitro tem contrato rescindido e deve responder por tentativa de homicídio

Compartilhe:

O jogador Willian Ribeiro, que agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro Dias na noite de ontem durante a partida entre Guarani-VA e São Paulo-RS, segue preso. Ele pode ser indiciado pela Polícia Civil por tentativa de homicídio doloso qualificado, ou seja quando há evidente intenção de provocar a morte da vítima. O juiz chegou a ser internado em um hospital após ser atingido na cabeça por um chute desferido pelo agressor aos 14 minutos do segundo tempo. Caso ocorreu no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires.

Willian Ribeiro foi transferido, ainda durante a madrugada desta terça-feira (5), para a PEVA (Penitenciária Estadual de Venâncio Aires) após prestar depoimento na DPPA (Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento) e realizar exames de corpo de delito. Ele deve responder à acusação de tentativa de homicídio doloso qualificado.

Conforme o delegado Vinícius Assunção o árbitro “não tinha condição de defesa”, pois caiu no chão após ser agredido. “Ele já tinha levado um golpe quando estava em pé e caiu sem chance de defesa. Poderíamos estar diante de uma morte e até uma lesão cerebral grave”, afirmou.

Se condenado à pena máxima pela Justiça, ao fim do processo criminal, o ex-jogador pode receber pena de até 20 anos de prisão, a depender o entendimento do juiz e das provas colhidas pela investigação. Willian Ribeiro também deve ser julgado no âmbito da Justiça Desportiva. O TJD-RS (Tribunal de Justiça Desportiva) pode definir sanções, desde suspensão até banimento do atleta.

Conforme a Polícia Civil, Willian Ribeiro tem três antecedentes criminais por lesão corporal, dois por provocação de tumulto e um por ameaça. Ele teve o contrato rescindido pelo São Paulo de Rio Grande após a partida entre os dois times da Divisão de Acesso ser suspensa. O jogo será retomado a partir das 15h30 desta terça-feira.

O árbitro Rodrigo Crivellaro Dias segue em observação no Hospital São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires. Ele recebeu alta na manhã desta terça-feira. O juiz deixou o hospital em uma cadeira de rodas e portando um colar cervical.

Segundo o presidente da FGF (Federação Gaúcha de Futebol), Luciano Hocsman, Crivellaro está sendo medicado e vem se recuperando. “Falei com o árbitro Rodrigo Crivellaro, covardemente agredido por um jogador do São Paulo, na partida contra o Guarani. Ele está sendo medicado no Hospital e, felizmente, se recuperando. A FGF está prestando todo o atendimento necessário e caberá ao TJD avaliar o episódio”, afirmou ainda ontem à noite.

O que diz o São Paulo de Rio Grande

NOTA OFICIAL

Lamentável. Lamentável e acima de tudo, revoltante.

No exato dia em que toda a família rubro-verde reuniu-se para comemorar mais um aniversário – 113 anos de Sport Club São Paulo -, nosso Clube se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte de modo geral.

Podem ter certeza, lamentamos e nos envergonhamos profundamente de todo o ocorrido, todo nós em absoluto, toda a nossa nação rubro-verde: Direção, torcida, demais jogadores, etc. Pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje.

O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas.

Rio Grande, 04 de outubro de 2021
Deivid Goulart Pereira
Presidente do Sport Club São Paulo

O que diz o Guarani de Venâncio Aires

Nota oficial – Esporte Clube Guarani

O Guarani de Venâncio Aires lamenta profundamente o fato ocorrido no jogo contra o São Paulo, válido pela Divisão de Acesso, quando o jogador William Ribeiro agrediu o árbitro Rodrigo Crivelaro.

Após o acontecido, o Guarani está prestando todo o apoio para o árbitro, com atendimento imediato de ambulância e médico.

O Guarani de Venâncio Aires despreza quaisquer atos de violência seja dentro ou fora dos gramados.

Agora todos torcemos para que a recuperação de Crivelaro seja a mais rápida possível. O clube prestará todo o apoio possível para o árbitro e a família.

O jogo do Guarani contra o São Paulo será retomado amanhã, 5, conforme decisão da Federação Gaúcha de Futebol.

Direção do Esporte Clube Guarani

Posicionamento da FGF

A Federação Gaúcha de Futebol lamenta a agressão contra o árbitro Rodrigo Crivellaro, feita pelo jogador William Ribeiro, no jogo entre Esporte Clube Guarani e Sport Club São Paulo, no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires, pela 12ª rodada do Gauchão Série A2.

A FGF deseja pronta recuperação a Rodrigo Crivellaro.

O Tribunal de Justiça Desportiva – TJD-RS irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções.

A partida foi suspensa, e mais informações sobre a sua continuidade serão divulgadas em breve.


Compartilhe:

Os comentários estão encerrado.