Grêmio perde para o Fortaleza e vice-presidente de futebol deixa o cargo

No Campeonato Brasileiro 2021, o Grêmio perdeu para o Fortaleza e afundou mais na crise da zona do rebaixamento.

Compartilhe:

No Campeonato Brasileiro 2021, o Grêmio perdeu para o Fortaleza e afundou mais na crise da zona do rebaixamento.

Com o interino Thiago Gomes no comando, o tricolor gaúcho perdeu por 1 a 0 na Arena Castelão. Mesmo com algumas mudanças táticas e uma melhora em comparação aos últimos jogos, o Grêmio não conseguiu evitar a derrota.

Os minutos iniciais foram de estudo de ambas as equipes. O Grêmio manteve maior posse de bola, chegando primeiro ao ataque; em uma das investidas, Alisson abriu na esquerda para Guilherme Guedes, que fez o cruzamento, mas a bola ficou com a defesa do Fortaleza.

Aos 6 minutos, os donos da casa chegaram bem com Yago Pikachu, que recebeu de Matheus Vargas, invadiu a área e chutou. Kannemann entrou de carrinho na bola, desviando o chute do adversário pela linha de fundo.

Aos 14 de jogo, Lucas Silva trabalhou com Guilherme Guedes, recebeu o último passe e chutou a gol, mas a bola acabou indo para fora. Do outro lado, a equipe cearense teve uma falta a seu favor da intermediária de ataque. Lucas Crispim cobrou, mandando por sobre a meta.

Aos 17 minutos, o Fortaleza levou perigo com uma jogada rápida pela meia esquerda – a bola chegou aos pés de David, que cortou a marcação e finalizou para fora.

Quatro minutos depois, Alisson foi lançado dentro da área, por trás da zaga, recebeu e chutou a gol, mas Felipe segurou firme.

Aos 24 minutos, os adversários mais uma vez chegaram com muito perigo. Matheus tirou a marcação da zaga e finalizou. A bola desviou em Rodrigues e Brenno fez uma grande defesa, impedindo o gol. Na sequência, Jean Pyerre acionou Ferreira, que chutou, mas a bola saiu fraca.

Aos 40 minutos, David recebeu na área, fez o pivô, girou e chutou. A bola passou tirando tinta da trave gremista. Na sequência, Matheus finalizou da meia-lua, para Brenno defender no centro do gol.

Segundo tempo

O Grêmio voltou para a etapa complementar com uma mudança: Mateus Sarará no lugar de Lucas Silva, com dores na coxa.

Nos primeiros movimentos da segunda etapa, o Fortaleza teve uma falta. Lucas cobrou e Brenno voou para defender. Em resposta, o Grêmio ameaçou com Ferreira, que da área, chutou, mas a bola bateu na rede, por fora.

Aos 6 minutos, outra chance adversária, desta vez saiu dos pés de Matheus, que finalizou, obrigando boa defesa de Brenno. Em seguida, David recebeu, tirou da marcação e, por sorte, Guedes conseguiu cortar pela linha de fundo.

Aos 22 minutos, Tiago providenciou duas mudanças do time do Grêmio. Colocou Campaz e Éverton, nos lugares de Jean Pyerre e Alisson.

Já Ferreira fez uma boa jogada individual, driblou dois marcadores e chutou, mas acabou bloqueado pela defesa da equipe do Ceará.

Com 27 minutos, Éverton foi acionado na esquerda em condições legais e chutou, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora. Dois minutos depois, Felipe arriscou de fora da área, buscando o ângulo da meta gremista, mas Brenno fez outra grande defesa.

Mas aos 33 minutos, o Fortaleza conseguiu abrir o marcador com Yago Pikachu, que recebeu na esquerda, dentro da área e bateu cruzado, 1 a 0.

Após o gol, Tiago mexeu novamente na equipe do Grêmio: Elias Manuel e Diego Souza ocuparam os lugares de Guilherme Guedes e Rodrigues. Mas o time não conseguiu reagir.

Com o resultado, o Grêmio segue com os mesmos 23 pontos, na 19ª posição.

Vice de futebol

Após o jogo, Marcos Herrmann deixou o cargo como vice de futebol do Grêmio. Ele foi anunciado no futebol em 20 de abril, logo após a saída do técnico Renato Gaúcho do clube.

Sua primeira medida foi fechar com Tiago Nunes para o comando da equipe. O profissional deixou o clube no início de julho, substituído por Felipão.

Escalação

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe, Ederson, Matheus Vargas (Romarinho) e Lucas Crispim (Bruno Melo); David (Igor Torres) e Robson (Henriquez). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Grêmio: Brenno; Vanderson, Ruan, Kannemann, Rodrigues (Elias Manoel) e Guilherme Guedes (Diego Souza); Darlan, Lucas Silva (Sarará), Jean Pyerre (Campaz); Ferreira e Alisson (Everton). Técnico: Thiago Gomes (interino).


Compartilhe: