Rodoviários da Carris retomam atividades, mas seguem em estado de greve

Uma nova negociação será realizada na quinta-feira. Nesta terça-feira (23), a circulação de coletivos da Carris é normal.

Compartilhe:

Os rodoviários ligados à Carris retomaram as atividades nesta terça-feira (23) após um dia de paralisação por causa do projeto que pretende vender ou extinguir a companhia de ônibus. O estado de greve, ou seja, uma advertência para a possibilidade de nova paralisação, foi mantido pela categoria. Uma nova negociação será realizada na quinta-feira.

Nesta terça-feira (23), a circulação de coletivos da empresa é normal. Todos os coletivos previstos para saírem da garagem deixaram o local e, conforme a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), não há problemas na operação da Carris.

Ontem, em uma atitude desesperada para manter as linhas de ônibus, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) requisitou bens, serviços e empregados de empresas de transporte coletivo, escolar e de lotações para evitar a descontinuidade do serviço. Na prática, a medida sequer foi utilizada.

Horas depois, o prefeito e as lideranças dos rodoviários se reuniram para debater a paralisação parcial e ouvir a demanda dos rodoviários. Além de integrantes do governo, vereadores também participaram da reunião. Para detalhar os projetos de remodelação do sistema, um novo encontro com representantes dos rodoviários será realizado quinta-feira (26), às 10h, no auditório da EPTC.


Compartilhe: