IFRS abre inscrições para processo seletivo complementar de estudantes com vagas em cinco campi

O IFRS vai abrir na tarde desta quarta-feira (4) as inscrições para o processo seletivo complementar de estudantes, são 600 vagas.

Compartilhe:

O IFRS (Instituto Federal do Rio Grande do Sul) vai abrir na tarde desta quarta-feira (4) as inscrições para o processo seletivo complementar de estudantes.

São vagas para cursos técnicos integrados e subsequentes, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e superiores de graduação nos campi Erechim, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Vacaria e Viamão.

O período de inscrições irá até 11 de agosto de 2021. No total, são aproximadamente 600 vagas (Confira aqui os cursos ofertados).

Os editais com o detalhamento do processo, a lista de cursos e vagas, bem como outras informações estão publicados no site ingresso.ifrs.edu.br, no qual estará disponível também o link para o sistema de inscrições.

As inscrições ocorrerão de forma totalmente on-line e o candidato precisa ter um CPF e um RG próprios para se inscrever (não pode ser com o número de documento dos pais, por exemplo). É necessário também estar cadastrado no gov.br, novo portal do governo que busca facilitar o acesso a serviços públicos.

Quando o candidato acessar o link para se inscrever no Processo Seletivo do IFRS (que estará disponível no site ingresso.ifrs.edu.br), será direcionado para autenticação do gov.br.

Caso já tenha conta, é só colocar o CPF e a senha do gov.br e entrar no formulário de inscrição do Processo Seletivo. Caso não tenha conta, o candidato deverá clicar em CRIAR SUA CONTA e só depois conseguirá preencher o formulário de inscrição e concorrer a uma das vagas ofertadas pelo IFRS no Processo Seletivo Complementar.

Confira algumas informações sobre o Processo Seletivo:

  • Em razão da pandemia de Covid-19, a instituição optou pela não realização de provas presenciais, como ocorre tradicionalmente.
  • Para os cursos técnicos integrados ao ensino médio, o ingresso será exclusivamente por sorteio público entre os inscritos.
  • Para os cursos técnicos subsequentes ao ensino médio, serão destinadas 50% das vagas para ingresso por sorteio e 50% das vagas para ingresso com nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), podendo os candidatos utilizarem os resultados obtidos no Enem desde o ano de 2010. Então, o candidato poderá optar se quer concorrer via sorteio, via nota do Enem ou pelas duas formas.
  • Para os cursos superiores de graduação, será utilizada exclusivamente a nota do Enem, sendo aceitas pontuações obtidas desde o ano de 2010.
  • A reserva de vagas para candidatos oriundos de escolas públicas será de 80%, tanto nos cursos de ensino médio quanto nos de graduação.
  • Este processo não terá cobrança de taxa de inscrição para os candidatos.

Compartilhe: