Grêmio perde para o Corinthians e desperdiça a chance de deixar a zona de rebaixamento

O Grêmio não conseguiu fazer o dever de casa no Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Felipão perdeu por 1 a 0 para o Corinthians.

Compartilhe:

O Grêmio não conseguiu fazer o dever de casa no Campeonato Brasileiro. Na noite destes deste sábado (28), a equipe do técnico Felipão perdeu por 1 a 0 para o Corinthians na Arena do Grêmio.

A partida iniciou movimentada, com muita disputa no meio de campo. O Grêmio conseguiu chegar bem por duas vezes antes dos dez minutos iniciais.

Primeiro, Alisson colocou na área e a defesa paulista cortou a escanteio. Logo em seguida, foi a vez de Vanderson fazer um cruzamento para Ruan, que desviou de cabeça, mas mandou para fora.

A resposta adversária saiu em bola parada. Após escanteio, a bola foi colocada na área e João Victor mandou por sobre a meta. Já os gremistas chegaram muito bem aos 12 minutos, com Ferreira, que fez uma boa jogada individual e cruzou para Borja na área. O colombiano desviou de cabeça, mas a bola saiu.

Com 21 minutos jogados, o Grêmio tramou uma nova jogada, em que Thiago Santos acionou Borja. O atacante chutou de longe, mas por sobre o gol de Cássio.

Já os paulistas tiveram uma boa oportunidade com Giuliano; o meia acionou Gustavo Mosquito invadindo a área, mas Ruan cortou pela linha de fundo, cedendo escanteio. Na cobrança, a bola foi colocada na marca penal e João Victor desviou, mandando com perigo por sobre a meta, aos 28 minutos.

Outra boa oportunidade gremista, ainda na etapa inicial, saiu nos acréscimos: Campaz chutou cruzado, Cássio espalmou e Borja tentou a finalização no rebote, mas a defesa corintiana conseguiu interceptar.

Segundo tempo

No segundo tempo, o jogo ficou equilibrado, mas sem qualidade. As duas equipes não conseguiram criar boas oportunidades no ataque.

Aos 19 minutos, Felipão providenciou suas primeiras alterações: Saíram Campaz e Ferreira, para a entrada de Maicon e Léo Pereira.

Aos 21, Rafinha cruzou na área, Borja desviou para trás e a bola sobrou para Villasanti, mas o meia acabou perdendo o tempo da bola (furou no lance). E assim o Grêmio perdeu uma grande chance de abrir o placar. Aos 29 minutos da segunda etapa, a terceira mudança foi feita e Borja deu lugar a Diego Souza.

Mas foi o Corinthians que conseguiu efetividade e abriu o marcador aos 33 minutos, com Jô. Após cobrança de falta, a bola foi colocada na área e Jô subiu mais que a zaga gremista, assinalando o gol paulista.

Logo em seguida, Maicon levou dois cartões amarelos e foi expulso da partida, por reclamar do lance que gerou a falta.

Aos 43 minutos, Diego Souza recebeu em condições na frente da área, mas foi derrubado com falta. O centroavante cobrou, mas a bola explodiu na barreira.

Já os paulistas quase ampliaram com Renato Augusto, que após tabela com Jô, mandou na trave. Por detalhe não entrou. Com o resultado, o Grêmio estaciona nos 16 pontos e desperdiça a chance de deixar a zona de rebaixamento.

Com o jogo contra o Atlético-MG adiado, o Grêmio volta a campo apenas no domingo, 12 de setembro, quando enfrenta o Ceará, às 11h.

Coletiva

Na coletiva, o técnico gremista comentou sobre o resultado. “Nós também tivemos boas chances de gol, mas não conseguimos converter. Ainda nos falta uma parte final de criação”, disse Felipão.

“Falhamos na hora do gol, mas a marcação foi boa. Ainda nos falta uma parte final de criação e de mais chances de gols para que a gente consiga fazer os gols necessários para uma vitória tranquila.”

“Nós vamos trabalhar para colocar a equipe em condições para a próxima partida. Sabemos que será muito difícil, mas temos que superar as dificuldades”, completou.

Felipão também reclamou da arbitragem. “O Rafinha foi empurrado vergonhosamente dentro da área. Nem VAR teve. Por que ele (árbitro Ricardo Marques Ribeiro) não deu o pênalti no Rafinha?”

“São 34 jogos que esse árbitro apitou do Grêmio e são cinco vitórias do Grêmio”, finalizou.


Compartilhe: