Vacinas vencidas: Prefeitura de Porto Alegre divulga nota e fala em possível revacinação

Compartilhe:

Segundo um levantamento feito pelo jornal Folha de S.Paulo, pelo menos 26 mil doses da vacina Covishield (Oxford/AstraZeneca/Fiocruz) foram aplicadas fora do prazo de validade no Brasil. O problema ocorreu em 1.532 municípios brasileiros.

Porto Alegre aparece na lista com outras cidades do Rio Grande do Sul. Segundo o levantamento, 86 doces de vacinas vencidas foram aplicadas na Capital.

A Prefeitura de Porto Alegre divulgou uma de esclarecimento e falou em uma possível revacinação.

Veja a nota na íntegra:

 

Em referência à reportagem do jornal Folha de São Paulo desta sexta-feira, 3, intitulada “Milhares no Brasil tomaram vacina vencida contra Covid; veja se você é um deles”, na qual há referência a 86 doses fora da validade aplicadas em Porto Alegre, a Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa:

O Núcleo de Imunizações Zona Sul da SMS está acompanhando o caso. Os registros do lote 4120Z005 no Sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) estão sendo averiguados. Se descartados problemas de registro de informações no SI-PNI, confirmando aplicação fora do prazo devido, haverá monitoramento de cada uma das pessoas, com busca ativa. Os nomes serão informados em lista pelo NIZS/DVS/SMS para cada serviço vacinador, para que as pessoas sejam informadas. Nesse caso, de acordo com o Plano Nacional de Vacinação Covid, as pessoas serão revacinadas.

De acordo com o item 4.3.6. do plano, que trata da administração de doses vencidas: “Indivíduos que venham a ser vacinados com doses de vacina vencidas deverão ser notificados como um erro de imunização no e-SUS Notifica e serem acompanhados com relação ao desenvolvimento de eventos adversos. A dose não deverá ser considerada válida, sendo recomendada a revacinação destes indivíduos.”

A SMS recebeu, em 25 de janeiro de 2021, um dos lotes informados na reportagem, identificado como de número 4120Z005. Este lote continha 32 mil doses no total, em frascos multidoses, com dez doses cada frasco (3.200 frascos recebidos), e era válido até 14/04/2021. Os frascos foram distribuídos, dentro da validade, para serviços de saúde, para aplicação de profissionais de saúde vinculados às instituições, a maioria hospitais.


Compartilhe: