Grêmio vence a LDU e larga em vantagem nas oitavas de final da Sul-Americana

Gabriel Chapecó novamente teve uma grande atuação e garantiu o resultado positivo para o Grêmio no Equador.

Compartilhe:

O Grêmio enfrentou a LDU na noite desta terça-feira (13), em Quito, no Equador, na primeira partida das oitavas de final da Conmebol Sul-Americana.

Com gol de Léo Pereira, o time do técnico Felipão venceu os donos da casa por 1 a 0 e tem vantagem para o jogo de volta, na próxima terça-feira, na Arena.

O jogo começou movimentado, com o Grêmio buscando rapidamente o campo de ataque. As primeiras tentativas saíram de bola parada, em dois escanteios cobrados por Jean Pyerre, mas os donos da casa conseguiram parar o lance gremista.

Aos 8 minutos, a resposta adversária veio com Bily Arce, que desceu pela direita, invadiu a área e cara a cara com o goleiro tricolor, chutou forte, obrigando Gabriel Chapecó a operar grande defesa.

Outra investida gremista, desta vez começou no campo de defesa. Ruan acionou Vanderson, que fez um cruzamento buscando Léo Pereira, mas a bola foi forte demais e o atacante não conseguiu alcançar.

Aos 17 minutos, a LDU chegou com perigo novamente, pela direita. Luis Amarilla trabalhou com Alcívar e chutou forte de dentro da área. Chapecó fez outra boa defesa. O Grêmio respondeu de imediato e foi efetivo.

Depois de se lançar em contra-ataque, Jean Pyerre recebeu na esquerda e fez um cruzamento na área. Léo Pereira subiu e desviou de cabeça, entre as pernas do goleiro, mandando para o fundo das redes, 1 a 0. Após o gol, o Grêmio seguiu buscando o ataque, com uma tabela rápida.

Aos 36 minutos, os equatorianos chegaram com perigo com um cruzamento na área, da esquerda, mas Kannemann cortou. Em seguida, foi a vez de Billy Arce receber e finalizar a gol, para outra defesa de Chapecó, de mão trocada.

Aos 40 minutos, o Grêmio chegou com perigo. De pé em pé, em velocidade Fernando Henrique trabalhou com Jean Pyerre, que acionou Diego Souza. O centroavante abriu para Cortez e o lateral cruzou, mas a bola acabou pela linha de fundo.

Na reta final, outra boa chegada gremista saiu dos pés de Alisson, que trabalhou bem com Jean Pyerre e chutou, mas o goleiro adversário defendeu. Nos acréscimos, a LDU ainda tentou com Jhojan Julio pela esquerda, mas Chapecó defendeu no meio do gol.

Segundo tempo

Nos instantes iniciais da etapa complementar, a LDU teve uma boa chance de encostar no marcador com uma cobrança de falta. Billy Arce mandou direto, mas a bola passou por sobre a meta gremista.

Aos 7 minutos, foi a vez do Grêmio ameaçar. Jean Pyerre ganhou da marcação e acionou Léo Pereira, mas o cruzamento não foi preciso. Diego Souza conseguiu recuperar e rolou para Fernando Henrique. A bola chegou a Vanderson, que cruzou, quase mandando para o fundo do gol, mas o goleiro defendeu.

Aos 13, os equatorianos chegaram com Reasco, mas Ruan levou a melhor no campo de defesa e subiu, afastando o perigo. Na cobrança de escanteio, Alcívar colocou na área e a defesa tricolor fez o corte, mais uma vez. Minutos depois, mais uma chance adversária, desta vez, dos pés de Ayala, que chutou forte, mandando muito perto da meta defendida por Chapecó.

Aos 21 minutos, o Grêmio teve uma chance em cobrança de falta, pela esquerda. Jean cobrou, acionando Lucas Silva, que então fez um cruzamento, mas Caicedo cortou. Aos 34, a LDU chegou com muito perigo com um chute de dentro da área, mas Sarará cortou praticamente em cima da linha.

Na reta final da partida, o Grêmio tentou com um lance de Douglas Costa, que acionou Léo Pereira, mas Ayala se antecipou e fez o corte para os equatorianos. Respondendo ao ataque tricolor, os donos da casa construíram uma chance em bola parada. Perlaza cobrou uma falta na área, mas Fernando Henrique cortou.

Nos acréscimos, Ricardinho acabou perdendo a chance de ampliar o marcador.

Escalação 

LDU: Gabbarini; Quinteros, Guerra, Luis Caicedo e Ayala; Piovi, Alcívar, Zunino e Jhojan Julio; Amarilla e Billy Arce. Técnico: Pablo Marini.

Grêmio: Gabriel Chapecó; Vanderson, Ruan, Kannemann e Bruno Cortez; Fernando Henrique, Lucas Silva Léo Pereira, Alisson e Jean Pyerre; Diego Souza. Técnico: Felipão


Compartilhe: