Com jogadores nervosos em campo, Grêmio perde para o Atlético-GO e Tiago Nunes é demitido

Direção do Grêmio vai conversar com Felipão para treinar a equipe gremista.

Compartilhe:

O ambiente está tenso no Grêmio. O time de Tiago Nunes entrou em campo na noite deste domingo (4), na Arena, para enfrentar o Atlético-GO, em partida válida pela 9ª rodada do Brasileirão. O resultado, mais uma vez, não foi o esperado e o Tricolor foi superado pelo placar de 1 a 0.

O jogo teve um clima pesado, com os jogadores do Grêmio bastante nervosos dentro de campo. A partida iniciou movimentada e logo aos 3 minutos a primeira chance de gol para o Atlético-GO.

Marlon Freitas conseguiu pegar o rebote de uma jogada tramada no campo de ataque e chutou para o fundo das redes, mas ele estava em posição de impedimento e o lance foi anulado.

Aos 9 minutos, Ferreira desceu pela esquerda, passou pela marcação e tentou o cruzamento, mas a defesa mandou pela linha de fundo. Em seguida, um novo cruzamento foi feito, Diego desviou e Geromel chutou de primeira. Fernando Miguel espalmou por sobre a meta.

Outra tentativa do Grêmio, desta vez, saiu dos pés de Jean Pyerre, que recebeu na área e chutou, mas acabou bloqueado pela defesa. Respondendo a investida tricolor, os visitantes saíram em velocidade em contra-ataque com André Luís, que invadiu a área e finalizou, mas a zaga gremista fez o corte.

Passados 16 minutos, Victor Bobsin arriscou de fora da área, mandando um chute a esquerda da meta defendida por Fernando Miguel.

O Atlético ameaçou em bola parada. Arthur Gomes cobrou um escanteio na marca penal, mas Brenno conseguiu a defesa.

Com 32 minutos, tocando a bola de pé em pé, o Grêmio chegou ao campo de ataque. Ao final, sobrou para Victor Bobsin, que tentou finalizar no ângulo, mas a bola passou à direita do gol. Na sequência, Jean chutou de dentro da área e carimbou a marcação. Ainda pressionando, após cobrança de escanteio, Douglas Costa chutou de fora da área, mas Fernando Miguel fez a defesa.

A melhor chance de gol saiu do lado adversário. Arthur Gomes levantou na área e Lucão desviou de cabeça, quase a queima roupa, mas Brenno fez uma grande defesa, com 37 minutos.

Segundo tempo

No primeiro minuto, Jean Pyerre tentou a finalização, mas a defesa do Atlético conseguiu impedir o meia a concluir. Aos 5 minutos, foi a vez de Douglas Costa fazer um cruzamento na área, mas mais uma vez a defesa cortou, com Oliveira.

Aos 9 minutos da etapa complementar, o Atlético-GO abriu o marcador com Lucão. Dudu passou pela marcação e cruzou, chegando ao atacante, que empurrou para o fundo das redes, 1 a 0.

Após o gol, o Grêmio ficou perdido em campo. Os jogadores, sem pensar direito e desorganizado, tentaram uma pressão. Mas o Atlético-GO conseguiu segurar e garantiu a vitória na Arena.

Com a derrota, o Grêmio continua na lanterna com dois pontos.

Coletiva

Na coletiva, Marcos Herrmann, vice de futebol do Grêmio, anunciou a demissão de Tiago Nunes: “Ele não é mais técnico do Grêmio, quero agradecer pelo trabalho durante esse tempo que ficou conosco.”

O novo treinador pode ser Felipão. “É um grande técnico e tem identificação com o clube, é evidente que é um bom nome. Não falamos com ele, temos que perguntar se ele quer treinar o Grêmio, se tem interesse de voltar”, disse o dirigente.

Na coletiva, Tiago Nunes agradeceu a oportunidade no Grêmio. “Venho agradecer aos atletas ao empenho, lealdade e ao torcedor pelo acolhimento”, ressaltou.


Compartilhe: