Identificada mãe de bebê arremessada de ônibus em Panambi

Mulher foi detida e ouvida pela Polícia Civil. Como não houve flagrante, ela acabou liberada após prestar depoimento.

Compartilhe:

A mãe da bebê recém-nascida que foi encontrada na rua em Panambi, no Noroeste do Rio Grande do Sul, foi presa. Ela foi detida em uma casa no município de Dezesseis de Novembro. Conforme a Brigada Militar, a mulher tem cerca de 20 anos.

A captura ocorreu após um dia de investigação policial. Os policiais conseguiram rastrear os passos da mulher desde a saída do coletivo até a casa onde ela acabou presa. Dezesseis de Novembro, que fica próximo de São Luiz Gonzaga, e distante cerca de 187 quilômetros de onde a criança foi encontrada.

A mulher foi encaminhada para prestar depoimento na Polícia Civil, mas acabou liberada. O motivo foi a ausência de flagrante delito. O depoimento dela à polícia segue em sigilo.

Conforme a investigação, a menina foi arremessada para fora do ônibus executivo pela janela do banheiro de um ônibus que fazia a linha Porto Alegre-São Nicolau na Avenida Presidente Kennedy, uma das principais da cidade.

A recém-nascida ainda estava com o cordão umbilical e coberta de sangue. Ela foi encontrada por um motorista cerca de 45 minutos depois de ter sido jogada do coletivo. Imagens obtidas pela investigação mostram o momento em que a menina cai no chão.

A bebê, que tem 46 centímetros e 2,7 kg, foi acolhida no Hospital de Panambi. No entanto, ela foi transferida para um unidade de terapia intensiva neonatal em Santa Rosa. Exames identificaram que menina teve traumatismo craniano devido à queda. A menina tem estado de saúde estável, segundo a instituição.


Compartilhe: