Técnico de canoagem é preso após acusação de estupro de vulnerável

Compartilhe:

Um técnico de canoagem foi preso temporariamente por estupro de vulnerável pela Polícia Civil nesta segunda-feira (28). Ele é acusado de cometer abusos sexuais com aluna de apenas 11 anos.

A ação policial foi realizada na cidade de Guaíba, com cumprimento de ordem judicial de busca e apreensão e de prisão temporária em desfavor do indivíduo. No local, também foram apreendidos um celular, três HDs externos e um notebook.

A criança era aluna de canoagem do suspeito e praticava o esporte no município de Eldorado do Sul, conforme a Polícia Civil. Os crimes teriam começado em 2015, quando a vítima tinha apenas 11 anos. O investigado tinha 25 anos à época.

A investigação apura ainda a suspeita de o indivíduo ter mantido relações com  outras alunas, todas crianças. O treinador já havia sido afastado por 10 anos do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) devido às denúncias de assédio moral e sexual.


Compartilhe: