Santa Casa faz mutirão para fazer cirurgias urológicas em pacientes do SUS

A atividade envolveu em torno de 14 profissionais e a escolha dos pacientes se deu de acordo com a gravidade dos casos e conforme ordem na lista de espera.

Compartilhe:

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre realizou neste fim de semana um mutirão de cirurgias urológicas destinadas a pacientes usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, ao todo, foram realizadas sete ressecções endoscópicas de bexiga e duas prostatectomias suprapúbicas. A atividade envolveu em torno de 14 profissionais e a escolha dos pacientes se deu de acordo com a gravidade dos casos e conforme ordem na lista de espera.

O médico coordenador do mutirão e chefe do Serviço de Urologia da Santa Casa Ernani Rhoden, explica que existe uma demanda reprimida de procedimentos deste tipo devido à pandemia.

“Estamos prevendo mais outros dois mutirões, já no próximo mês, para beneficiar aqueles pacientes que estão aguardando há bastante tempo por cirurgias urológicas e que tiveram a marcação dos seus procedimentos atrasada devido à pandemia”, ressaltou.

O tempo médio de espera por cirurgias como estas costuma ser de dois a três meses, mas, desde a chegada da pandemia, os pacientes chegam a esperar por seis meses.

Atualmente, 40 pacientes aguardam por este tipo de procedimento na Santa Casa e os mutirões visam agilizar a realização destes tratamentos.

“Que melhoram o prognóstico e viabilizam a realização de tratamento adequado ao câncer de bexiga, com possível melhora na sobrevida, qualidade de vida e redução de morbidades dos pacientes”, disse Rhoden.


Compartilhe: