Rio Grande do Sul tem temperaturas negativas, neve e chuva congelada

Compartilhe:

A potente onda de frio que atingiu o Rio Grande do Sul provocou precipitações invernais e temperaturas negativas nesta terça-feira (29). Também houve registro de neve em várias cidades gaúchas por causa da nebulosidade e o frio intenso. A previsão indica que o frio permanece ao longo do dia e há chance de novas precipitações invernais.

Conforme o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), a menor temperatura registrada no Rio Grande do Sul foi em Bom Jesus, na Serra: -2,8°C. São José dos Ausentes teve -2,7°C. Cambará do Sul e Lagoa Vermelha empataram em 0,6°C nos termômetros e Vacaria teve -0,5°C. Para efeito de comparação, no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra (SC), a temperatura foi de -6,6°C.

Mas não foi só na Serra que o frio chegou com força. Caxias do Sul, Erechim e Passo Fundo tiveram mínima de 1°C positivo, enquanto Soledade teve 1,1°C. Na fronteira com o Uruguai, Bagé teve 3,7°C e, em Uruguaiana, a mínima foi de 2,2°C positivos. Na região metropolitana, fez 6,9°C em Campo Bom e 7,3°C na Capital.

Neve na Serra e na Fronteira Oeste

Vários municípios da Serra Gaúcha tiveram ocorrência de neve na madrugada e manhã desta terça-feira (28). É o caso de Caxias do Sul, Farroupilha, Gramado e Canela, que tiveram ocorrência do fenômeno por volta das 8h da manhã. Ontem à tarde, ela já havia sido registrada em São José dos Ausentes. Veja o vídeo da neve em Gramado abaixo.

Durante a noite de ontem (28), houve queda de neve em Quaraí, na fronteira do Brasil com o Uruguai. A queda de neve no Oeste do Rio Grande do Sul não ocorria desde 2005. Em Santiago, houve registro de chuva congelada.

Conforme a Climatempo, o ar frio e seco de uma forte massa de ar polar vai trazer forte geada ao Rio Grande do Sul. O sistema, que já está injetando o ar muito frio sobre o Brasil, avança e vai dissipando a nebulosidade. Assim, durante a tarde e a noite de quarta, o céu vai ficando cada vez mais sem nuvens e já não haverá mais condições para nevar.


Compartilhe: