Morre o ex-senador José Paulo Bisol, aos 92 anos

Bisol era desembargador aposentado, deputado e secretário de Justiça do Rio Grande do Sul

Compartilhe:

O ex-senador gaúcho José Paulo Bisol, morreu neste sábado (26), aos 92 anos. Segundo nota divulgada pelo Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, Bisol teve falência múltipla de órgãos. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva do hospital desde o dia 31 de maio por conta de um infarto agudo do miocárdio.

Desembargador, ex-senador do Rio Grande do Sul (1987-1995), ex-deputado estadual (1983-1987) e ex-secretário de Justiça do RS (1999-2002), foi um destacado lutador dos direitos humanos do Brasil, deixando um legado público de transformações sociais para o país. Em 2009, recebeu a medalha do Mérito Farroupilha, mais alta honraria concedida pelo parlamento gaúcho. “O Rio Grande do Sul perde hoje um homem que dedicou sua vida à defesa da democracia e de um País melhor”, ressaltou Gabriel.

José Paulo Bisol nasceu em Porto Alegre, em 22 de outubro de 1928. Ingressou na política pelo MDB, no início dos anos 1980, durante a redemocratização. Depois, transferiu-se para o PSB, partido pelo qual concorreu à vice-presidência da República em 1989, em chapa encabeçada por Luis Inácio Lula da Silva. Em 2000, Bisol se filiou ao PT. Dois anos depois, retirou-se da política em 2002 para se dedicar à sua carreira jurídica.

Ele deixa a esposa, Vera Lúcia Zanette, três filhos, Tula, Ricardo e Jairo, nove netos e um bisneto.


Compartilhe: