Justiça determina que Sapucaia indenize menina que foi ofendida pela professora

A menina foi chamada a atenção de forma despropositada e preconceituosa, quando a mesa dela estava atrapalhando a entrada da professora.

Compartilhe:

A Justiça do Rio Grande do Sul determina que a Prefeitura de Sapucaia do Sul indenize menina de 9 anos que foi ofendida pela professora em sala de aula.

Desembargadores da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça condenaram o município a indenizar aluna, que é  de uma escola da rede municipal, bem como sua mãe, por danos morais. Eles determinaram que o município pague o valor de R$ 4 mil para a menina e de R$ 1,5 mil para progenitora.

De acordo com o Tribunal, mãe e filha ingressaram com ação indenizatória contra uma professora e o município de Sapucaia de Sul por uma fala preconceituosa dentro da sala de aula.

A menina foi chamada a atenção de forma despropositada e preconceituosa, quando a mesa dela estava atrapalhando a entrada da professora na sala de aula. A professora fez referência ao peso da menina.

A menina contou que os colegas começaram a rir e ela voltou para casa chorando, dizendo que não voltaria para a escola.


Compartilhe: