Ginecologista é preso preventivamente na Região Sul do RS

O ginecologista é réu no processo que reúne depoimentos de 19 mulheres que relatam abusos que teriam ocorrido entre 2010 e 2020.

Compartilhe:

O ginecologista  acusado de abusar sexualmente de pacientes durante consultas em Canguçu foi preso preventivamente nesta quinta-feira (17).

A decisão é da juíza Helen Fernandes Paiva, da 1ª Vara Judicial da Comarca de Canguçu. De acordo com a Polícia Civil, Cairo Barbosa foi localizado em um apartamento na Praia do Cassino, em Rio Grande.

Ele foi encaminhado ao presídio estadual de Canguçu. O ginecologista é réu no processo que reúne depoimentos de 19 mulheres que relatam abusos que teriam ocorrido entre 2010 e 2020, de acordo com o Ministério Público.

O médico já estava impedido de atender no hospital de Canguçu.


Compartilhe: