Fiscalização apreende mais de 500 quilos de alimentos impróprios em Planalto

Três estabelecimentos comerciais foram alvos da fiscalização.

Compartilhe:

Três estabelecimentos comerciais foram alvos de uma fiscalização em Planalto, na região Norte do Rio Grande do Sul. Ao todo, em torno de 550 quilos de alimentos impróprios para o consumo foram apreendidos durante a ação.

Conforme o promotor de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, do Gaeco Segurança Alimentar (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), foram encontradas diversas irregularidades. Dentre elas estão a venda produtos fabricados por indústria sem licença, prazos de validade vencidos, falta de conservação em temperatura adequada.

Mas, também, foram localizadas a execução de atividades industriais em área de comércio, problemas de falta de higiene, de açougue sem condições sanitárias e sem água corrente. Os agentes flagraram comércio de medicamentos sem licença, manipulação irregular de alimentos, e venda de comida fora das condições determinadas no rótulo.

Também participaram da operação a promotora de Justiça de Planalto, Michele Kufner, servidores do Gaeco – Segurança Alimentar e do MP de Planalto e representantes da Vigilância Sanitária Municipal e Estadual, das Secretarias de Estado de Agricultura e de Saúde, da Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor e da Patrulha Ambiental da Brigada Militar.


Compartilhe: