Vereador de Pelotas morre em decorrência da Covid-19

Câmara Municipal de Pelotas estabeleceu luto oficial de três dias pela morte do parlamentar, que exercia o primeiro mandato.

Compartilhe:

O vereador Paulo Rogério dos Santos, o Paulo do Sítio (PSDB), morreu neste domingo (2), em Pelotas, em decorrência da Covid-19. O parlamentar estava hospitalizado desde a semana passada devido a complicações causadas pelo novo coronavírus. Ele exercia seu primeiro mandato no Legislativo do município da região Sul do Estado.

Por causa da morte, a Câmara Municipal de Pelotas estabelece luto oficial de três dias. O prédio do Legislativo permanecerá fechado até terça-feira e as sessões legislativas desta semana serão realizadas na quarta e na quinta-feira.

“Apesar do pouco tempo de mandato, Paulo do Sítio foi um vereador muito atuante e presente na comunidade, especialmente no que diz respeito a defesa do tema da saúde pública, que sempre pautou sua atuação. Era uma pessoa cordial, amável e preocupada com o bem estar de todos, vai fazer muita falta para todos”, declara o presidente em exercício da Câmara, vereador Paulo Coitinho.

Perfil

Paulo do Sítio tinha 56 anos e foi eleito em 2020 pelo PSDB, para seu primeiro mandato, com 1.474 votos. Comerciante estabelecido no bairro Sítio Floresta firmou-se como líder comunitário na busca por melhorias dos serviços de saúde. Por sua atuação na causa, passou a integrar o Conselho Municipal de Saúde e ganhou o reconhecimento de sua comunidade, inclusive incorporando o nome do bairro ao seu próprio nome. Ele era solteiro e não tinha filhos.

Em quatro meses de mandato apresentou dois projetos de lei, um deles foi retirado de pauta e outro, que proíbe o corte de água por inadimplência entre as 12h de sexta-feira até às 8h de segunda-feira, aguarda nomeação de relator. Paulo do Sítio era o presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, vice-presidente da Comissão de Saúde e líder da bancada do PSDB na Câmara.

“Era um vereador em início de mandato, mas com uma grande vontade de trabalhar e melhorar a vida da comunidade. Um parlamentar dedicado e interessado, que deixa um grande vazio no Legislativo municipal”, diz o líder do governo na Câmara e presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB).

Funeral

O cortejo fúnebre do vereador deve sair do Hospital Escola da UFPel por volta das 15h e seguir direto para o Cemitério da Boa Vista onde acontecerá o sepultamento, com presença restrita à alguns familiares.


Compartilhe: