Rio Grande do Sul receberá lote de Coronavac para zerar segundas doses atrasadas

A nova remessa será de 188.800 doses, bem acima da estimativa de 157.000 necessárias para a conclusão das D2 atrasadas.

Compartilhe:

A SES (Secretaria Estadual da Saúde) confirmou, neste domingo (16), que vai receber um lote de CoronaVac com vacinas para imunizar todas as pessoas que receberam a primeira dose e que ainda aguardam a segunda aplicação, também chamada de D2. A SES aguarda a confirmação da data do envio dos imunizantes.

A nova remessa será de 188.800 doses, bem acima da estimativa de 157.000 necessárias para a conclusão das D2 atrasadas. Além da vacina produzida pelo Butantan, o Rio Grande do Sul vai receber mais 269.100 doses da AstraZeneca/Oxford e 39.780 doses da Pfizer.

“A pedido do ministério, informamos esse número na sexta-feira (14) e, no dia seguinte, recebemos o informe de que será enviado quantitativo suficiente para que todas as pessoas que tomaram Coronavac no Estado recebam a D2”, diz Tani Ranieri, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do CEVS (Centro Estadual de Vigilância em Saúde).

“Essa notícia representa um alívio muito grande. É um direito do cidadão completar o seu esquema vacinal e precisamos acelerar a imunização para vencermos essa pandemia”, afirma a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Em relação à segunda dose da AstraZeneca, não há risco de desabastecimento. Foram distribuídas doses suficientes para completar o esquema vacinal de todos os imunizados com a primeira dose desse fabricante que estariam em tempo de tomar a D2. Além disso, há estoque no RS para D2 de todos os que precisam completar o esquema vacinal até, pelo menos, a metade de julho.


Compartilhe: