Prefeitura de Porto Alegre confirma 30 casos de dengue na Capital

Além das 30 confirmações, houve descarte de 22 suspeitas e 17 seguem em investigação epidemiológica ou laboratorial.

Compartilhe:

Em 2021, Porto Alegre tem confirmados 30 casos de dengue entre moradores da Capital, dos quais cinco importados (contraídos fora da cidade) e 25 autóctones (cuja infecção aconteceu na cidade).

Segundo a Prefeitura de Porto Alegre, o dado foi apresentado no Boletim da Dengue da Semana Epidemiológica 17, produzido pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da EVDT (Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis), que traz dados cumulativos até 1º de maio.

De acordo com a publicação, em todo o ano foram feitas 69 notificações de suspeitas da doença. Além das 30 confirmações, houve descarte de 22 suspeitas e 17 seguem em investigação epidemiológica ou laboratorial.

Os 25 casos autóctones foram registrados, na maioria, em moradores dos bairros Humaitá, Santo Antônio e Lomba do Pinheiro. Também há registro no bairro Santa Teresa.

“Em comparação com o mesmo período de 2020, houve diminuição no número de notificações, mas o número de casos autóctones em 2021 é maior, aumentando o risco de transmissão do vírus, caso a infestação do mosquito Aedes aegypti esteja alta no bairro onde há casos confirmados”, ressaltou a prefeitura.

A enfermeira Raquel Rosa, chefe da EVDT, lembra que em 2020 foram 127 notificações até a semana epidemiológica 17, com 39 casos confirmados, mas sete autóctones.

“É essencial que pessoas que sintam sintomas compatíveis com a dengue – febre, dor no corpo, dor de cabeça ou atrás dos olhos, manchas ou pintinhas vermelhas pelo corpo, náuseas – procure atendimento médico e refira viagem para local com confirmação da doença ou moradia em bairro onde há casos registrados”, frisa.

 

 


Compartilhe: