Morre mãe de crianças vítimas de incêndio na zona norte de Porto Alegre

Pai segue em estado grave no Hospital Cristo Redentor. Incêndio, ocorrido no dia 13 de maio, pode ter sido acidental.

Compartilhe:

Morreu a mãe das três crianças vítimas de um incêndio no bairro Humaitá, zona norte de Porto Alegre. Ela estava internada no HCR (Hospital Cristo Redentor) há oito dias. O pai segue em estado grave e ainda não tem previsão de alta médica.

Conforme o GHC (Grupo Hospitalar Conceição), a paciente Aline Reis, 33 anos, faleceu na tarde de quinta-feira (20). Ela deu entrada no hospital com 66% do corpo queimado.

O marido de Aline e pai das crianças segue internado no Hospital Cristo Redentor. Ele segue em estado de saúde considerado grave. O homem foi socorrido inconsciente após tentar tirar os três filhos de dentro da casa em chamas.

A Polícia Civil investiga o caso. A principal hipótese é que as chamas tenham começado de maneira acidental. Para concluir a investigação, laudos do IGP (Instituto-Geral de Perícias) são aguardados. Os documentos devem ficar prontos em três semanas.

Relembre a tragédia

O incêndio ocorreu nas primeiras horas da manhã do dia 13 de maio, uma quinta-feira. A família vivia uma residência de madeira localizada no bairro Humaitá, próximo à rua dona Teodora e o viaduto Leonel de Moura Brizola.

O incêndio teria começado por volta das 5h da manhã e se alastrou rapidamente, com labaredas atingindo cerca de cinco metros de altura. A casa foi totalmente destruída pelas chamas.

Os três filhos do casal morreram: dois meninos de três e dois anos e uma bebê que tinha um mês de idade. Os corpos carbonizados foram localizados pelos bombeiros. Os pais tentaram socorrer os filhos, mas não conseguiram.


Compartilhe: