Morre Jaime Lerner, o urbanista que idealizou a nova Orla do Guaíba

Compartilhe:

Morreu, nesta quinta-feira (27), o urbanista Jaime Lerner, aos 83 anos, por complicações renais. Ele estava internado desde domingo (23) no Hospital Evangélico Mackenzie, em Curitiba, Paraná. Lerner foi duas vezes governador paranaense e foi idealizador da revitalização da orla do Guaíba.

“É com imenso pesar que o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie informa que às 5h10 desta quinta-feira, 27 de maio, o ex-governador Jaime Lerner veio a óbito em decorrência de complicações de doença renal crônica. Lamentamos a perda e desejamos conforto aos familiares, em nome do Senhor”, afirmou o hospital por meio de nota.

Lerner foi internado devido a uma infecção nos rins e estava sob os cuidados da área de nefrologia do hospital. No final do ano passado, o ex-governador do Paraná chegou a ser internado em Curitiba para a retirada do apêndice. Ele testou positivo para Covid-19 em março desde ano.

Em 2018, Jaime Lerner foi eleito o segundo urbanista mais influente do mundo, segundo ranking da Planetizen.

Legado

Arquiteto e urbanista formado pela UFPR (Universidade Federal do Paraná), Jaime Lerner foi reconhecido nacionalmente e internacionalmente por seus projetos. Entre seus grandes sucessos está o sistema de transporte de Curitiba, desenvolvido para segregar os ônibus dos carros e agilizar as viagens, desenvolvido quando foi prefeito da cidade.

Lerner administrou Curitiba três vezes, entre as décadas de 1970 e 1990 por Arena, PDS e PDT. Depois, foi governador do Paraná por dois mandatos consecutivos, de 1995 a 2002, primeiro pelo PDT e, depois, pelo PFL (hoje Democratas).

Lerner também foi presidente da União Internacional dos Arquitetos durante os anos de 2002 e 2005. Em 1990, ele foi condecorado com o Prêmio Máximo das Nações Unidas para o Meio Ambiente, em Nova York.

Foi responsável por intervenções em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Aracaju, Natal, Goiânia, Campo Grande e Niterói (RJ). No exterior, atuou no desenvolvimento de projetos de arquitetura e urbanismo em Havana (Cuba), Caracas (Venezuela), Xangai (China), Luanda (Angola), David (Panamá), Mazatlán (México) e Santiago de Los Caballeros (Republica Dominicana). ​


Compartilhe: