Libertadoes: Em jogo fácil, “ferrari” de Ramírez fracassa novamente fora de casa

No primeiro tempo, o Inter até criou boas oportunidades, especialmente pelo corredor esquerdo de ataque.

Compartilhe:

Em um jogo fácil, a equipe do técnico Miguel Ángel Ramírez voltou a fracassar fora de casa. Na noite dessa terça-feira (11), no Estádio Pueblo Nuevo, o Inter perdeu para Deportivo Táchira-VEN pela quarta rodada do grupo B da Libertadores.  O Colorado caiu de produção no segundo tempo e foi derrotado de virada por 2 a 1.

No jogo, o time do Inter voltou a mostrar falta de interesse e algumas atrapalhadas, coisas que deixavam os colorados irritados em um passado não muito distante.

No primeiro tempo, o Inter até criou boas oportunidades, especialmente pelo corredor esquerdo de ataque. Combativo, o Táchira tentava apertar a saída de bola colorada e conseguiu assustar em alguns lances. Mesmo assim, o escore seguiu zerado até o intervalo.

O Inter abriu o placar assim que reiniciado o confronto, quando Cuesta sofreu pênalti convertido por Thiago Galhardo. Após o gol, os jogadores do Inter mostram desinteresse e recuaram bastante.

Em desvantagem, o time da casa realizou mudanças na linha de ataque, trocas recompensadas com nítida melhor dentro de campo.  E Marcelo Lomba salvou o Inter em dois lances.

De tanto pressionar, e com duas falhas incríveis da defesa do Inter, a equipe chegou primeiro ao empate e, depois, nos instantes finais, a virada.

Com o resultado, o colorado segue com seis pontos, mas pode ver a liderança escapar após o jogo da quinta-feira, entre Always Ready e Olimpia.

Escalação

Deportivo Táchira: Varela; Hernández, Camacho, Trejo e Granados; Góndola (Chacón), Cova, Flores e Covea (Velasco); Lucas Gómez (Angarita) e Pérez (Hernández). Técnico: Juan Tolisano

Inter: Marcelo Lomba; Saravia (Rodinei), Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Dourado (Lindoso), Nonato (Praxedes), Marcos Guilherme (Mauricio) e Taison (Edenilson); Yuri Alberto e Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Ángel Ramírez


Compartilhe: