Identificada gaúcha que morreu após explosão de casa na Praia de Jurerê, em Santa Catarina

O corpo foi localizados nos escombros da casa pelos bombeiros após quase 12 horas de buscas.

Compartilhe:

Uma casa de dois andares foi destruída após sofrer uma explosão na manhã desta terça-feira (25) em na Praia de Jurerê, em Florianópolis, Santa Catarina.

A causa da explosão ainda é desconhecida mas os bombeiros acreditam que possa ser um vazamento de gás. A única vitima fatal é gaúcha.  Ela foi identificada como Helenita Pereira da Silva, 56 anos, natural de Tenente Portela.

Ela morreu soterrada após a explosão do imóvel que residia há cerca de 15 dias. O corpo foi localizados nos escombros da casa pelos bombeiros após quase 12 horas de buscas.

Segundo a Defesa Civil de Florianópolis, o imóvel tinha quatro quitinetes e três estavam ocupadas. No momento do acidente, apenas Helenita estava no local.

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, disse que a prefeitura se mobilizou para oferecer abrigo. Segundo a administração municipal, 11 pessoas ficaram desalojadas e sete foram para um hotel.


Compartilhe: