Homem é preso após tentar matar ex-companheira a facadas em Porto Alegre

Criminoso tentou simular um assalto no bairro Teresópolis, na zona Sul de Porto Alegre. Ele foi preso em Balneário Pinhal, no Litoral Norte gaúcho.

Compartilhe:

Um homem foi preso após tentar matar a ex-companheira a facadas no bairro Teresópolis, na zona Sul de Porto Alegre. Crime só não foi consumado porque dois homens que passavam de ônibus pelo local desceram e interviram. Criminoso tentou simular um assalto. Ele foi preso em Balneário Pinhal, no Litoral Norte gaúcho.

De acordo com a investigação, a tentativa de feminicídio ocorreu por volta das 7h40 da manhã de domingo (2). Imagens de uma câmera da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) mostram o indivíduo. Ele chega à estação e se aproxima pela esquerda da vítima, que aguardava um coletivo em um ponto de ônibus.

Ele avança contra ela, que tenta fugir. O criminoso faz vários movimentos de agressão contra a vítima, que tentou se defender. Mesmo assim, ela foi atingida por vários golpes de faca. A mulher só não foi morta porque dois homens, que desceram de um ônibus, avançaram contra o agressor. Ameaçado, ele deixou a vítima e fugiu.

Uma testemunha ligou para a Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) pedindo uma ambulância. Quem atendeu o contatante foi a irmã da vítima, que trabalha no atendimento do serviço de emergência. Além de acionar o socorro, ela depôs à Polícia Civil dizendo que ele vinha ameaçando a vítima para não pagar pensão alimentícia aos filhos do casal.

Buscas no Litoral Norte

Com as informações, policiais civis do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) foram acionados. Eles fizeram o atendimento e gravaram um depoimento da vítima e das testemunhas, apontando a autoria e motivação da tentativa de feminicídio. Buscas foram realizadas e a equipe de investigação da Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) conseguiu localizar o criminoso em Balneário Pinhal, no Litoral Norte do Estado.

Ele foi preso e transportado para a carceragem do Palácio da Polícia, em Porto Alegre. Na cidade litorânea, policiais ouviram testemunhas e apreendendo a faca possivelmente utilizada para cometer o crime.

De acordo com a delegada responsável pela prisão em flagrante, estavam presentes todos os requisitos para a prisão, tendo o agressor sido reconhecido no plantão da DEAM por uma das testemunhas que ajudou a socorrer a vítima. Além disso, há imagens das câmeras de monitoramento da EPTC que demonstram o momento da agressão praticada pelo ex-companheiro, que foi indiciado por tentativa de feminicídio.

A Polícia Civil alerta a importância de que as denúncias de violência doméstica podem ser feitas presencialmente, através da Delegacia Online, bem como do WhatsApp da Polícia Civil.


Compartilhe: