Fiscalização interdita boate que fazia festa com 400 pessoas em Porto Alegre

Porto Alegre teve outras aglomerações dispersadas pelas forças de segurança pública. Guarda Municipal também deteve três pessoas.

Compartilhe:

Uma casa noturna foi interditada pela Guarda Municipal e Brigada Militar na madrugada deste sábado (1º), em Porto Alegre. Além desse local, os agentes dispersaram outras aglomerações com pessoas que acham que a pandemia acabou.

A casa de festas que promovia a festa clandestina fica na rua Castro Alves, bairro Independência. No local, estavam cerca de 400 pessoas. Os proprietários foram identificados e autuados pelo descumprimento da legislação que estabelece normas de segurança sanitária devido à pandemia da Covid-19.

No entanto, além do evento clandestino, os agentes das forças de segurança tiveram mais trabalho. Na rua Fernando Machado, no Centro Histórico, foi desfeita a aglomeração em frente a um estabelecimento por duas vezes. Os frequentadores voltaram ao local depois da primeira fiscalização.

Também houve patrulhamento e dispersão de irresponsáveis nas ruas Lima e Silva e República, na Cidade Baixa, e na rua Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento.

Três são detidos em ações da Guarda Municipal

Além da operação relativa ao cumprimento das normas de segurança sanitária, a Guarda Municipal realizou a detenção de dois homens que invadiram o museu Joaquim Felizardo, na rua João Alfredo, na Cidade Baixa. Também foi detido um cidadão que agrediu um servidor no Postão da Cruzeiro.

“Continuamos com nosso trabalho visando orientar e conduzir a população ao cumprimento da lei e da ordem com consequente manutenção da segurança sanitária. É muito importante a participação da população denunciando e acompanhando as ações das forças de segurança”, destacou o comandante da Guarda Municipal, Marcelo Nascimento.


Compartilhe: