Definido quem poderá se vacinar contra a covid-19 nos próximos dias no RS

Segundo o governo do Estado, os municípios gaúchos que alcançarem todas as pessoas dos grupos elencados poderão abrir a campanha de vacinação.

Compartilhe:

O Estado e municípios gaúchos definiram quem poderá se vacinar contra a covid-19 nos próximos dias.

As próximas doses da vacina Oxford/Astrazeneca, juntamente com a remessa da Pfizer programada para chegar na próxima segunda-feira (10), serão utilizadas para concluir a vacinação de todas as gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias) maiores de 18 anos, todas as pessoas com deficiência permanente cadastradas no Benefício de Prestação Continuada maiores de 18 anos e pessoas com comorbidade de 33 anos ou mais.

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, ressaltou que os municípios não devem, por conta própria, desobedecer a fila de grupos prioritários definida pelo Ministério da Saúde, passando outras pessoas à frente.

“Todos merecem vacina, ninguém é mais importante que os outros, mas precisamos, juntos, priorizar a vacinação de quem está mais exposto a complicações, internações e óbitos”, defendeu. “Ao proteger uma gestante, estamos protegendo duas vidas.”

Segundo o governo do Estado, os municípios gaúchos que alcançarem todas as pessoas dos grupos elencados poderão abrir a campanha de vacinação para as pessoas com comorbidade com 32 anos, e depois com 31, e assim progressivamente. “Não podemos é deixar doses paradas”, salientou Arita.

Destinação das remessas de doses Astrazeneca e Pfizer:

• Gestantes e puérperas maiores de 18 anos (100%)
• Pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC maiores de 18 anos (100%)
• Pessoas com comorbidades de 33 anos ou mais (100%)

 


Compartilhe: