Cruz Alta: padrasto mata enteado e é morto cerca 12 horas depois

Cinco homens foram presos com armas após o assassinato.

Compartilhe:

Um adolescente de 17 anos foi morto pelo padrasto em Cruz Alta, na região Noroeste do Rio Grande do Sul. O homicídio ocorreu na madrugada deste domingo (2). Pouco mais de 12 horas depois, o investigado pela autoria foi executado a tiros.

Conforme a Brigada Militar, a ocorrência ocorreu no bairro Toríbio Veríssimo, por volta das 4h30. O enteado, de 17 anos, teria discutido com o padrasto e sofreu um disparo de arma de fogo. O jovem chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital São Vicente de Paulo, em Cruz Alta.

Conforme a Polícia Civil, o padrasto não foi preso porque não houve flagrante. A motivação da suporta briga familiar não foi esclarecida até o momento.

Na noite deste domingo, no entanto, o caso sofreu uma reviravolta. Ao menos cinco homens teriam invadido a casa, por volta das 17h30, onde ele estava e atiraram. O padrasto morreu no local.

A Brigada Militar foi acionada para fazer buscas aos autores dos disparos, que haviam fugido em um Volkswagen Gol. O carro e os indivíduos foram localizados no bairro Santa Terezinha I. Com eles, foram encontradas cinco armas de fogo e um colete balístico.

Os homens foram conduzidos em flagrante delito à Delegacia de Polícia. A Polícia Civil investiga o caso e a principal hipótese é vingança.


Compartilhe: