Porto Alegre registra oito casos de dengue

Os casos importados são de pessoas residentes na cidade que viajaram ao Rio de Janeiro e interior do Rio Grande do Sul, onde foram infectados.

Compartilhe:

A Prefeitura de Porto Alegre divulgou nesta terça-feira (20) o número de casos de dengue na Capital gaúcha.

Segundo a prefeitura, o levantamento realizado pela Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis indica que até o final da semana epidemiológica 15 de 2021 (dados cumulativos até 17 de abril) estão confirmados na cidade oito casos de dengue.

De acordo com os dados, são quatro importados e quatro contraídos na própria Capital (autóctones), entre 32 notificações de suspeitas. Os casos autóctones são de moradores dos bairros Agronomia e Santo Antônio.

Os casos importados são de pessoas residentes na cidade que viajaram ao Rio de Janeiro e interior do Rio Grande do Sul, onde foram infectados.

Atraso 

A enfermeira Raquel Rosa, chefe da Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis, explica que a maior parte dos casos foi notificada por laboratórios privados, já com o resultado positivo, o que atrasa e compromete o desencadeamento de ações de controle ambientais.

“Por isso, é essencial que os moradores da cidade intensifiquem os cuidados de prevenção tanto nos seus imóveis quanto pessoais, como uso de repelente, e que os profissionais de saúde, no momento do atendimento ao paciente, considerem e notifiquem a suspeita da doença de acordo com os sintomas apresentados pelo mesmo”, enfatiza a enfermeira.

Entre os sintomas compatíveis com a dengue estão febre com duração máxima de sete dias, acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: manchas vermelhas no corpo, dor de cabeça, dor no corpo e nas articulações, dor atrás dos olhos, náuseas, vômitos, leucopenia (leucócitos abaixo do limite inferior normal para a população) e vermelhidão nos olhos.


Compartilhe: