Mãe e dois filhos são mortos em incêndio criminoso em Santa Maria

Caso é tratado como triplo homicídio. Polícia acredita que mãe e os dois filhos foram mortos a tiros antes do incêndio.

Compartilhe:

Três pessoas morreram em um incêndio criminoso no bairro Diácono João Luiz Pozzobon, na zona leste de Santa Maria, na região Central do Estado. As vítimas são mãe, de 39, e dois filhos, de 15 e 4 anos. Para a polícia, o incêndio foi criminoso e as vítimas foram alvos de tiros antes de terem a residência queimada. Caso é tratado como triplo homicídio.

Conforme a Brigada Militar, moradores do Loteamento Dom Ivo Lorscheiter ligaram para a corporação avisando sobre um incêndio em uma residência na madrugada desta terça-feira (20). Ao chegarem ao local, por volta das 3h15 da manhã, os policiais encontraram o Corpo de Bombeiros combatendo o incêndio na casa. No entanto, a habitação foi totalmente destruída pelas chamas.

Os moradores contaram aos brigadianos que ouviram tiros cerca de 15 minutos antes de perceberem o incêndio. A Polícia Civil e o IGP (Instituto-Geral de Perícias) foram acionados.

As vítimas foram identificadas como Daniela Medianeira dos Santos, 39 anos; e os filhos dela, Guilherme dos Santos Rodrigues, 15, Petrick dos Santos Oliveira, 4. Segundo a BM, Daniela cumpria pena domiciliar por tráfico de drogas. Ela também já tinha passagens pela polícia por roubo a pedestre.

O caso é tratado como triplo homicídio, mas a motivação ainda não foi descoberta. Perto da casa foi encontrado um galão de cinco litros. O item foi recolhido e será encaminhado para análise pelos peritos, pois pode ter sido usado para causar o incêndio na casa. A perícia fez um levantamento no local.

A Polícia Civil investiga se Daniela e os filhos tenham sido mortos a tiros antes de terem os corpos carbonizados pelas chamas. Apenas os laudos da necropsia poderão atestar quais foram as causas das mortes. Os documentos devem ficar prontos em 30 dias.


Compartilhe: