Cobrança de dívida motivou assassinato de casal em Caxias do Sul; três foram presos

Compartilhe:

A Polícia Civil chegou aos responsáveis pelo assassinato de um casal no interior de Caxias do Sul, na Serra gaúcha. Os corpos de Vanessa Silvestre Lisot, 37 anos, e Adriano Camargo Leopoldo, 28, foram encontrados depois de ficarem desaparecidos por quase uma semana. A motivação do crime foi a cobrança de uma dívida por parte das vítimas contra um dos presos.

Conforme a Polícia Civil, três investigados foram presos na noite de domingo (11). Armas de fogo utilizadas no crime foram apreendidas. Um dos presos foi capturado no bairro Neópolis, em Gravataí. Ele seria o mandante do crime e é um ex-namorado de Vanessa.

Os outros dois envolvidos no duplo homicídio foram presos em propriedades rurais diferentes na localidade de Santa Lúcia do Piaí, interior de Caxias do Sul. Dois revólveres calibre 38 foram apreendidos. Os dois não tinham passagens e trabalhavam em sítios da região. Um quarto envolvido é procurado.

O caso é tratado como homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas, e ocultação de cadáver. Na delegacia, os presos confessaram suas participações nos assassinatos.

Segundo a Polícia Civil, Vanessa havia emprestado a quantia de R$ 100 mil ao ex-namorado. Com o dinheiro, ele teria comprado um carro e guardado o restante em conta bancária. Em depoimento, ele afirmou que tinha recebido o dinheiro como “doação” de Vanessa. Diante da cobrança dela e de Adriano, foi arquitetado o plano para matar o casal.

“Segundo o apurado, o investigado que arquitetou a ação criminosa recebeu dinheiro emprestado de Vanessa. Em face das cobranças da vítima, organizou e agiu em conjunto com os demais comparsas para matar o casal”, explicou o delegado Luciano Righês Pereira. “Os autores confessaram o envolvimento no delito e a dinâmica dos eventos com grandes detalhes, bem como as suas motivações”, concluiu.

Entenda o caso

No final da noite de segunda-feira (5), Vanessa e Adriano foram sequestrados por indivíduos que invadiram a casa onde estavam. Ambos moravam na comunidade de Linha São Paulo, no distrito de Santa Lúcia do Piaí. Uma criança, filha da mulher, foi até a casa dos avós para avisar do rapto.

Na residência, os policiais encontraram manchas de sangue. A policia realizou buscas com cães e helicópteros ao longo da semana, mas nenhuma pista foi encontrada nos primeiros dias. Na quinta-feira (9), o veículo do casal, um Ônix vermelho, foi encontrado incendiado na Estrada de Caravaggio da Sexta Légua.

O ex-namorado de Vanessa, que é considerado o mandante do crime, foi preso na casa de um parente em Gravataí. O homem pretendia fugir para Santo Ângelo. Ele confirmou o local onde estavam os corpos, que foram encontrados em uma ribanceira na localidade de Santa Lúcia do Piaí, no interior de Caxias do Sul na manhã de domingo (11). O local fica próximo onde o carro foi carbonizado.


Compartilhe: