Ataque hacker interrompe funcionamento dos sistemas de informática do TJ-RS

A equipe de segurança do tribunal está orientando os usuários internos a não acessarem os computadores de forma remota, e também não realizar login nos computadores dentro da rede do TJ

Compartilhe:

Os sistemas de informática do TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) passam por um ataque hacker há quase um dia. O órgão afirma que o sistema foi invadido na madrugada de quarta-feira (28). Na ocasião, o e-mail e o site do TJ-RS saíram do ar. Até o momento, nenhum dos dois voltaram a operar plenamente. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Em entrevista ao G1 RS, o desembargador Antonio Vinicius Amaro da Silveira, do Conselho de Comunicação do TJ, disse que “a questão é muito grave”. “Nós nunca enfrentamos esse tipo de problema, nessa dimensão. Os sistemas foram invadidos e arquivos corrompidos e nós estamos ainda sob ataque, permanecemos sob ataque. Não temos segurança ainda para dizer quando podemos retomar a operação dos sistemas de forma normal”, disse ao G1.

Também segundo o desembargador, o episódio se trata de um ataque de ransomware, um programa que se infiltra no computador de forma ilícita. O tribunal informou que não recebeu, até o momento, pedido de resgate.

A alternativa para seguir os trabalhos está sendo usar o WhatsApp e sistemas de e-mail de entidades parceiras como Ministério Público e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). A equipe de segurança do tribunal está orientando os usuários internos a não acessarem os computadores de forma remota, e também não realizar login nos computadores dentro da rede do TJ.

Além do apoio da Polícia Civil, o TJ-RS informa que equipes técnicas e o Núcleo de Inteligência do TJRS estão trabalhando no caso, e que está sendo solicitado apoio especializado do Conselho Nacional de Justiça na área.

Histórico

Em novembro, ataque de ransomware tirou do ar vários sistemas do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Os sistemas só foram restabelecidos dias depois.


Compartilhe: