Rio Grande do Sul vacinará população entre 70 e 72 anos e quilombolas

Municípios também vão receber doses para começar a vacinação no público com idade de 69 anos, conforme Governo do Estado.

Compartilhe:

O Rio Grande do Sul vai começar a vacinar todos os moradores entre 70 e 72 anos e os quilombolas. A ampliação do público-alvo ocorre após a chegada de 322.050 doses de vacinas contra o coronavírus. Os imunizantes foram enviados sábado (20/3) pelo Ministério da Saúde.

Conforme a SES/RS (Secretaria Estadual da Saúde), as doses deverão ser aplicadas em 100% dos idosos de 70, 71 e 72 anos; 100% da população quilombola e em 34% das pessoas de 69 anos no Rio Grande do Sul.

“Até as 12h da próxima terça-feira (dia 23) todas as coordenarias regionais já estarão com as vacinas e eu peço celeridade dos municípios na aplicação, até com forças-tarefa, pois temos que correr para ampliar o número de pessoas vacinadas no Estado”, afirmou a secretária da Saúde, Arita Bergmann. Peço celeridade dos municípios na aplicação, até com forças-tarefa, pois temos que correr para ampliar o número de pessoas vacinadas”, destacou.

“O uso dos EPIs [equipamentos de proteção individual], o isolamento social e as vacinas são as estratégias para proteger a população no enfrentamento à pandemia. Por isso, faço um chamamento especial aos gestores para imporem um ritmo acelerado à vacinação”, acrescentou.

O mais recente lote de vacinas recebido pelo Estado tem 285.800 doses de CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, e 36.250 da Oxford/AstraZeneca, da Fundação Oswaldo Cruz.

Em outro ponto de pauta, sobre a escassez de medicamentos para intubação de pacientes graves de Covid-19 em UTI, foi decidido que será enviado um documento conjunto dos gestores municipais e estadual de saúde pedindo medidas urgentes do Ministério da Saúde. “Precisamos de uma atitude mais rápida, mais ágil do ministério para atendermos hospitais e pronto atendimentos”, afirmou a secretária.


Compartilhe: