Pacientes nebulizados com hidroxicloroquina diluída morrem em Camaquã

Três pacientes nebulizados com hidroxicloroquina diluída em soro tiveram os óbitos confirmados no Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Camaquã.

Compartilhe:

Três pacientes nebulizados com hidroxicloroquina diluída em soro tiveram os óbitos confirmados no Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Camaquã. Os prontuários apontaram taquicardia ou arritmias horas após o tratamento.

Todos esses casos ocorreram entre segunda (22) e esta quarta-feira (24), com pacientes da o Cvid-19 evoluindo de quadros clínicos graves e estáveis para o falecimento após o início dos tratamentos experimentais ministrados pela médica que o Ministério Público abriu uma denúncia.

Os protocolos clínicos da instituição preveem apenas a prescrição da hidroxicloroquina pela via oral, mas a médica passou a aplicar a técnica experimental da nebulização do medicamento diluído, o que não é previsto pelos regulamentos medicinais.


Compartilhe: